Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Os Miseráveis’: ação e reação

“Os Miseráveis” concorre ao Oscar de melhor filme internacional (Foto: Divulgação).

Indicado ao Oscar de melhor filme internacional, “Os Miseráveis” (Les misérables – 2019) entra em cartaz nesta quinta-feira, dia 16, levando às telas um drama de difícil digestão que envereda pelo gênero policial com muita competência.

 

Estreia de Ladj Ly na direção de longas-metragens, “Os Miseráveis” começa mostrando um grupo de garotos da periferia de Paris ansiosos com uma partida de futebol da seleção francesa, entre eles, o adolescente Issa (Issa Perica). Na requintada Champs Elysées, a segregação econômica invade a tela por meio do contraste durante o jogo: o grupo de Issa assiste, da calçada, à televisão de um bar onde estão pessoas privilegiadas financeiramente. Entre eles, apenas o vidro que tem o peso de um muro. Em seguida, a plateia é apresentada aos três policiais que patrulham o bairro do garoto, que, aos poucos, assume papel de importância para a trama.

 

“Os Miseráveis” dividiu o Prêmio do Júri do Festival de Cannes com “Bacurau” (Foto: Divulgação).

 

Baseado no curta homônimo lançado em 2017, também dirigido por Ladj Ly, “Os Miseráveis” é um filme que explora tanto as ações da polícia quanto dos adolescentes, mostrando as consequências para ambos os lados. Sempre sob pressão, os policiais atuam no limite da emoção e da violência, enquanto boa parte dos jovens cresce largada e sem respeitar nada nem ninguém, sobrevivendo, também, no limite e, por vezes, seguindo um caminho sem volta. E quando estes elementos se misturam, a situação foge do controle e da sensatez.

 

Desta forma, Ladj Ly conduz o longa de maneira a impedir que o espectador sinta empatia pelos personagens, exceto pelo menino Buzz (Al-Hassan Ly), que se envolve na confusão acidentalmente. É um trabalho interessante de Al-Hassan Ly, que tem na discrição seu principal alicerce, mesmo nos momentos em que precisa transmitir ao espectador todo o medo oriundo da violência policial. A atuação de Ly contrasta com a de Issa Perica, que aposta no físico em detrimento do lado emocional de um personagem rico em camadas que mereciam ser exploradas.

 

Al-Hassan Ly interpreta o menino Buzz em “Os Miseráveis” (Foto: Divulgação).

 

O trio de policiais composto por Alexis Mamenti (Chris), Damien Bonnard (Ruiz) e Djibril Zonga (Gwada) também se destaca, mas de maneiras distintas. Enquanto Mamenti mergulha no lado mais obscuro do ser humano, Bonnard e Zonga trabalham a dualidade de seus personagens, deixando nítido como a rotina e a pressão podem corrompê-los.

 

Contando com a montagem impecável de Flora Volpelière, “Os Miseráveis” leva o espectador à reflexão a todo instante ao exibir ações e reações excessivas que beiram a barbárie num cenário varrido para debaixo do tapete pelos belos cartões-postais franceses. No entanto, apesar da inevitável reflexão, o longa opta por não esmiuçar a origem do caos, terminando de forma subjetiva para deixar a plateia perturbada com o retrato de uma parcela da sociedade que vive sob a “lei da selva”.

 

Leia também:

Oscar 2020: ‘Coringa’ lidera com 11 indicações

Critics’ Choice Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ é o grande vencedor

DGA Awards 2020: Quentin Tarantino e Martin Scorsese disputam o prêmio

PGA Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood”, “Coringa” e “1917” são indicados

BAFTA Awards 2020: ‘Coringa’ lidera com 11 indicações

WGA Awards 2020: confira os indicados

Globo de Ouro 2020: ‘1917’ e ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ são os grandes vencedores

Oscar 2020: ‘A Vida Invisível’ está fora da disputa de melhor filme internacional

SAG Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ e ‘O Irlandês’ são líderes de indicações

Globo de Ouro 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’, ‘O Irlandês’ e ‘História de um Casamento’ lideram a disputa

Critics’ Choice Awards 2020: ‘O Irlandês’ lidera com 14 indicações

Gotham Awards 2019: ‘História de um Casamento’ vence em quatro categorias

Independent Spirit Awards 2020: ‘A Vida Invisível’ é indicado ao prêmio de melhor filme internacional

 

Assista ao trailer oficial legendado:

Comentários




    gl