Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

BAFTA Awards 2020: ‘Coringa’ lidera com 11 indicações

Protagonizado por Joaquin Phoenix, “Coringa” venceu o Leão de Ouro em Veneza e é líder de indicações ao Oscar 2020 (Foto: Divulgação / Warner Bros.).

A British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) divulgou nesta terça-feira-feira, dia 07, a lista de indicados ao BAFTA Awards 2020. E quem lidera a corrida pelo Oscar britânico é “Coringa” (Joker – 2019), que concorre a 11 categorias, incluindo as de melhor filme, direção para Todd Phillips e ator para Joaquin Phoenix.

 

“Coringa” é seguido de perto por “Era Uma Vez em… Hollywood” (Once Upon a Time… in Hollywood – 2019), de Quentin Tarantino, e “O Irlandês” (The Irishman – 2019), de Martin Scorsese, que disputam 10 categorias, cada. O drama de guerra “1917” (Idem – 2019) está na corrida com nove indicações, incluindo as de melhor filme, filme britânico e diretor para Sam Mendes.

 

“História de um Casamento” é uma das apostas da Netflix na atual temporada de premiações americana (Foto: Divulgação).

 

Nesta edição, Scarlett Johansson e Margot Robbie receberam duas indicações, cada. Johansson disputa o BAFTA de melhor atriz por “História de um Casamento” (Marriage Story – 2029) e atriz coadjuvante por “Jojo Rabbit” (Idem – 2019). Na segunda, tem Robbie como adversária por seus desempenhos em “Era Uma Vez em… Hollywood” e “O Escândalo” (Bombshell – 2019), que entra em cartaz nas salas de exibição brasileiras no próximo dia 16.

 

A lista de indicados ao BAFTA Awards demonstra certo enfraquecimento da Netflix nas grandes premiações no que tange à presença nas categorias principais, melhor filme e diretor, que só tem “O Irlandês” como representante. Isto pode ser observado sobretudo após o anúncio do WGA Awards e do resultado do Globo de Ouro, premiação concedida pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association – HFPA) que colocou dentre seus finalistas de cinema quatro produções originais da gigante do streaming, totalizando 17 indicações, vencendo apenas na categoria de melhor atriz coadjuvante para Laura Dern por “História de um Casamento”. No entanto, este cenário pode mudar nas próximas semanas com anúncios e cerimônias de outras instituições.

 

É válido ressaltar que apenas a categoria de estrela em ascensão (EE Rising Star Award) terá seu vencedor(a) escolhido(a) por voto popular no site do BAFTA. Os concorrentes desta categoria foram anunciados por Tom Hiddleston na última segunda-feira, dia 06. São eles: Awkwafina, Kaitlyn Dever, Kelvin Harrison Jr., Michael Ward e Jack Lowden.

 

A 73a cerimônia de entrega do BAFTA Awards será realizada no dia 02 de fevereiro no Royal Albert Hall, em Londres, Inglaterra.

 

Confira a lista de indicados:

Melhor filme:

– “1917”;

– “Coringa”;

– “Era Uma Vez em… Hollywood”;

– “O Irlandês”;

– “Parasita” (Gisaengchung – 2019, Coreia do Sul).

Melhor filme britânico (Alexander Korda Award):

– “1917”;

– “Rocketman” (Idem – 2019);

– “Dois Papas” (The Two Popes – 2019);

– “Bait” (Idem – 2019);

– “For Sama” (Idem – 2019);

– “Você Não Estava Aqui” (Sorry We Missed You – 2019).

Melhor direção (David Lean Award):

– Sam Mendes – “1917”;

– Todd Phillips – “Coringa”;

– Quentin Tarantino – “Era Uma Vez em… Hollywood”;

– Martin Scorsese – “O Irlandês”;

– Bong Joon-ho – “Parasita”.

Melhor ator:

– Adam Driver – “História de um Casamento”;

– Joaquin Phoenix – “Coringa”;

– Leonardo DiCaprio – “Era Uma Vez em… Hollywood”;

– Taron Egerton – “Rocketman”;

– Jonathan Pryce – “Dois Papas”.

Melhor atriz:

– Charlize Theron – “O Escândalo”;

– Jessie Buckley – “As Loucuras de Rose” (Wild Rose – 2019);

– Renée Zellweger – “Judy: Muito Além do Arco-Íris” (Judy – 2019);

– Saoirse Ronan – “Adoráveis Mulheres” (Little Women – 2019);

– Scarlett Johansson – “História de um Casamento”.

Melhor ator coadjuvante:

– Al Pacino – “O Irlandês”;

– Anthony Hopkins – “Dois Papas”;

– Brad Pitt – “Era Uma Vez em… Hollywood”;

– Joe Pesci – “O Irlandês”;

– Tom Hanks – “Um Lindo Dia na Vizinhança” (A Beautiful Day in the Neighborhood – 2019).

Melhor atriz coadjuvante:

– Florence Pugh – “Adoráveis Mulheres”;

– Laura Dern – “História de um Casamento”;

– Margot Robbie – “Era Uma Vez em… Hollywood”;

– Margot Robbie – “O Escândalo”;

– Scarlett Johansson – “Jojo Rabbit”.

Melhor roteiro original:

– “Entre Facas e Segredos” (Knives Out – 2019) – Rian Johnson;

– “Era Uma Vez em… Hollywood” – Quentin Tarantino;

– “Fora de Série” (Booksmart – 2019) – Susanna Fogel, Emily Halpern, Sarah Haskins e Katie Silberman;

– “História de um Casamento” – Noah Baumbach;

– “Parasita” – Bong Joon-ho e Han Jin Won.

Melhor roteiro adaptado:

– “Adoráveis Mulheres” – Greta Gerwig;

– “Coringa” – Todd Phillips e Scott Silver;

– “Dois Papas” – Anthony McCarten;

– “Jojo Rabbit” – Taika Waititi;

– “O Irlandês” – Steven Zaillian.

Melhor documentário:

– “Apollo 11” (Idem – 2019);

– “Diego Maradona” (Idem – 2019);

– “For Sama”;

– “Indústria Americana” (American Factory – 2019);

– “Privacidade Hackeada” (The Great Hack – 2019).

Estrela em ascensão (EE Rising Star Award):

– Awkwafina;

– Kaitlyn Dever;

– Kelvin Harrison Jr.;

– Michael Ward;

– Jack Lowden.

Melhor estreante (Diretor, roteirista ou produtor britânico):

– Alex Holmes – “Maiden” (Idem – 2019);

– Harry Wootliff – “Only You” (Idem – 2019);

– Waad Al-Kateab e Edward Watts – “For Sama”;

– Alvaro Delgado Aparicio – “Retablo” (Idem – 2019);

– Mark Jenkin, Linn Waite e Kate Byers – “Bait”.

Melhor filme em língua não-inglesa:

– “Dor e Glória” (Dolor y gloria – 2019, Espanha);

– “Parasita”;

– “The Farewell” (Idem – 2019, China);

– “For Sama”;

– “Retrato de uma Jovem em Chamas” (Portrait de la jeune fille en feu – 2019, França).

Melhor animação:

– “Toy Story 4” (Idem – 2019);

– “Frozen 2” (Frozen II – 2019);

– “Shaun, o Carneiro: Aliens” (A Shaun the Sheep Movie: Farmageddon – 2019);

– “Klaus” (Idem – 2019).

Melhor trilha sonora original:

– “1917” – Thomas Newman;

– “Coringa” – Hildur Guðnadóttir;

– “Star Wars: A Ascensão Skywalker” (Star Wars: Episode IX – The Rise of – 2019) – John Williams;

– “Adoráveis Mulheres” – Alexandre Desplat;

– “Jojo Rabbit” – Michael Giacchino.

Melhor direção de fotografia:

– “1917” – Roger Deakins;

– “Ford vs Ferrari” (Ford v Ferrari – 2019) – Phedon Papamichael;

– “O Irlandês” – Rodrigo Prieto;

– “Coringa” – Lawrence Sher;

– “O Farol” (The Lighthouse – 2019) – Jarin Blaschke.

Melhor edição:

– “Coringa” – Jeff Groth;

– “Ford vs Ferrari” – Andrew Buckland e Michael McCusker;

– “O Irlandês” – Thelma Schoonmaker;

– “Era Uma Vez em… Hollywood” – Fred Raskin;

– “Jojo Rabbit” – Tom Eagles.

Melhor design de produção:

– “1917” – Dennis Gassner e Lee Sandales;

– “Era Uma Vez em… Hollywood” – Barbara Ling e Nancy Haigh;

– “O Irlandês” – Bob Shaw e Regina Graves;

– “Coringa” – Mark Friedberg e Kris Moran;

– “Jojo Rabbit” – Ra Vincent e Nora Sopková.

Melhor figurino:

– “Adoráveis Mulheres” – Jacqueline Durran;

– “Era Uma Vez em… Hollywood” – Arianne Phillips;

– “O Irlandês” – Christopher Peterson e Sandy Powell;

– “Jojo Rabbit” – Mayes C. Rubeo;

– “Judy: Muito Além do Arco-Íris” – Jany Temime.

Melhor maquiagem e cabelo:

– “1917” – Naomi Donne;

– “Judy: Muito Além do Arco-Íris” – Jeremy Woodhead;

– “Rocketman” – Elizabeth Yianni-Georgiou;

– “Coringa” – Kay Georgiou e Nicki Ledermann;

– “O Escândalo” – Vivian Baker, Kazu Hiro e Anne Morgan.

Melhor som:

– “1917” – Scott Millan, Oliver Tarney, Rachael Tate, Mark Taylor e Stuart Wilson;

– “Ford vs Ferrari” – David Giammarco, Paul Massey, Steven Morrow e Donald Sylvester;

– “Star Wars: A Ascensão Skywalker” – David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Stuart Wilson e Matthew Wood;

– “Coringa” – Tod A. Maitland, Alan Robert Murray, Tom Ozanich e Dean A. Zupancic;

– “Rocketman” – Matthew Collinge, John Hayes, Mike Prestwood Smith e Danny Sheehan.

Melhores efeitos visuais:

– “1917” – Greg Butler, Guillaume Rocheron e Dominic Tuohy;

– “O Rei Leão” (The Lion King – 2019) – Andrew R. Jones, Robert Legato, Elliot Newman e Adam Valdez;

– “Vingadores: Ultimato” (Avengers: Endgame – 2019) – Dan DeLeeuw e Daniel Sudick;

– “O Irlandês” – Leandro Estebecorena, Stephane Grabli e Pablo Helman;

– “Star Wars: A Ascensão Skywalker” – Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan e Dominic Tuohy.

Melhor curta-metragem britânico de animação:

– “Grandad was a romantic” (Idem – 2019);

– “In Her Boots” (Idem – 2019);

– “The Magic Boat” (Idem – 2019).

Melhor curta-metragem britânico:

– “Azaar” (Idem – 2019);

– “Kamali” (Idem – 2019);

– “The Trap” (Idem – 2019);

– “Goldfish” (Idem – 2019);

– “Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)” (Idem – 2019).

 

Leia também:

WGA Awards 2020: confira os indicados

Globo de Ouro 2020: ‘1917’ e ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ são os grandes vencedores

Oscar 2020: ‘A Vida Invisível’ está fora da disputa de melhor filme internacional

SAG Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ e ‘O Irlandês’ são líderes de indicações

Globo de Ouro 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’, ‘O Irlandês’ e ‘História de um Casamento’ lideram a disputa

Critics’ Choice Awards 2020: ‘O Irlandês’ lidera com 14 indicações

Gotham Awards 2019: ‘História de um Casamento’ vence em quatro categorias

Independent Spirit Awards 2020: ‘A Vida Invisível’ é indicado ao prêmio de melhor filme internacional

 

Comentários

 




    gl