Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

DGA Awards 2020: Quentin Tarantino e Martin Scorsese disputam o prêmio

Quentin Tarantino na cerimônia do Globo de Ouro 2020 (Foto: Divulgação / Crédito: HFPA Photographer).

Nesta terça-feira, dia 07, o Sindicato de Diretores dos Estados Unidos (Directors Guild of America – DGA) anunciou os indicados das categorias de cinema do DGA Awards 2020.

 

Na categoria principal, a de melhor diretor de longa-metragem teatral, os indicados são: Quentin Tarantino por “Era Uma Vez em… Hollywood” (Once Upon a Time… in Hollywood – 2019), Sam Mendes por “1917” (Idem – 2019), Taika Waititi por “Jojo Rabbit” (Idem – 2019), Martin Scorsese por “O Irlandês” (The Irishman – 2019) e Bong Joon-ho por “Parasita” (Gisaengchung – 2019, Coreia do Sul).

 

Os indicados ao DGA Award de melhor diretor estreante são: Mati Diop por “Atlantique” (Atlantics – 2019), Alma Har’el por “Honey Boy” (Idem – 2019), Tyler Nilson e Michael Schwarttz por “The Peanut Butter Falcon” (Idem – 2019), Melina Matsoukas por “Queen & Slim” (Idem – 2019) e Joe Talbot por “The Last Black Man in San Francisco” (Idem – 2019).

 

Em junho do ano passado, o Sindicato anunciou uma mudança na regra de elegibilidade da categoria principal, melhor diretor. Com isso, diretores cujos filmes estreiem no mesmo “dia e data” tanto nas plataformas de streaming e quanto nas salas de exibição não estão habilitados para a disputa da categoria, agora chamada de “melhor diretor de longa-metragem teatral”, numa tradução literal. Ou seja, a nova regra visa a manutenção da experiência da sala de exibição. No entanto, esta mudança não será aplicada ao prêmio de melhor diretor estreante, que continua sob as regras estabelecidas antes da invasão do streaming.

 

“O DGA afirma orgulhosamente que o primeiro lançamento no cinema é um elemento distinto do nosso prêmio de longa-metragem. Nós celebramos o importante papel que as salas de exibição têm desempenhado ao reunir o público para que os filmes possam ser experimentados da maneira como os cineastas pretendiam que fossem vistos. Também temos muito orgulho em reconhecer todo o trabalho criado por nossos membros através das muitas categorias e formatos que fazem parte dos DGA Awards”, afirmou Thomas Schlamme, presidente do DGA, em comunicado oficial à época.

 

Os homenageados desta edição do DGA Awards são: o assistente de direção Duncan S. Henderson (Frank Capra Achievement Award) e o diretor associado Arthur E. Lewis (Franklin J. Schaffner Achievement Award).

 

O DGA Awards é o principal termômetro do Oscar na categoria de melhor direção porque parte dos membros do Sindicato também integra a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (Academy of Motion Picture Arts and Sciences – AMPAS), com direito a voto.

 

A 72a edição do DGA Awards será realizada no dia 25 de janeiro no Ritz-Carlton Hotel, em Los Angeles.

 

Clique aqui para conferir os indicados nas categorias televisivas.

 

Leia também:

PGA Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood”, “Coringa” e “1917” são indicados

BAFTA Awards 2020: ‘Coringa’ lidera com 11 indicações

WGA Awards 2020: confira os indicados

Globo de Ouro 2020: ‘1917’ e ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ são os grandes vencedores

Oscar 2020: ‘A Vida Invisível’ está fora da disputa de melhor filme internacional

SAG Awards 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’ e ‘O Irlandês’ são líderes de indicações

Globo de Ouro 2020: ‘Era Uma Vez em… Hollywood’, ‘O Irlandês’ e ‘História de um Casamento’ lideram a disputa

Critics’ Choice Awards 2020: ‘O Irlandês’ lidera com 14 indicações

Gotham Awards 2019: ‘História de um Casamento’ vence em quatro categorias

Independent Spirit Awards 2020: ‘A Vida Invisível’ é indicado ao prêmio de melhor filme internacional

Comentários




    gl