Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Morbius’ e ‘Ghostbusters: Mais Além’ são adiados pela Sony

“Morbius” é estrelado por Jared Leto, vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante por “Clube de Compras Dallas” (Foto: Divulgação).

A Sony Pictures anunciou na última segunda-feira, dia 30, o adiamento de “Morbius” (Idem – 2021) e “Ghostbusters: Mais Além” (Ghostbusters – 2021) por causa da pandemia de Coronavírus (Covid-19), que fechou salas de exibição em diversos países por tempo indeterminado.

 

Dirigido por Daniel Espinosa, “Morbius”, baseado no personagem dos quadrinhos da Marvel Comics, teve seu lançamento americano adiado de 31 de julho de 2020 para 19 de março de 2021; enquanto “Ghostbusters: Mais Além”, de Jason Reitman, passou de 10 de julho de 2020 para 05 de março de 2021. A nova data desta volta ao universo dos Caça-Fantasmas afetou diretamente “Uncharted” (Idem – 2021), de Ruben Fleischer. Reunindo Tom Holland, Mark Whalberg e Antonio Banderas, o longa agora tem estreia prevista para 08 de outubro de 2021.

 

Além destes três longas, o estúdio também anunciou nova data para “Pedro Coelho 2 – O Fugitivo” (Peter Rabbit 2 – The Runaway – 2021): 15 de janeiro de 2021. Esta é a segunda vez que o filme tem sua estreia adiada pela Sony em razão da pandemia. Com direção de Will Gluck, o longa estava inicialmente previsto para o próximo dia 03.

 

Num efeito dominó para evitar dois títulos de seu catálogo entrando em cartaz no mesmo final de semana, tal qual aconteceu com “Ghostbusters: Mais Além” e “Uncharted”, a Sony mudou “Fatherhood” (Idem – 2020), antecipando seu lançamento para 23 de outubro deste ano. Dirigido por Paul Weitz, o drama chegaria às salas em 15 de janeiro, data, agora, pertencente a “Pedro Coelho 2 – O Fugitivo”, conforme informado acima.

 

“Um Lugar Silencioso – Parte II” foi adiado por tempo indeterminado (Foto: Divulgação / Paramount).

 

A decisão da Sony Pictures em reagendar seus lançamentos de 2020 é válida, pois muitos títulos aguardados com ansiedade pelo público, previstos para o primeiro semestre, foram adiados por seus respectivos estúdios e devem chegar ao circuito comercial até o final do ano se a situação melhorar, entre eles, “Um Lugar Silencioso – Parte 2” (A Quiet Place – Part II – 2020), de John Krasinski, e “Viúva Negra” (Black Widow – 2020), de Cate Shortland, que integra o Universo Cinematográfico da Marvel (UCM). E todos sabem que disputar ingresso com o UCM é praticamente o mesmo que dar um tiro no pé – a Sony e a Marvel são parceiras na franquia “Homem-Aranha”.

 

Não apenas isto, há a preocupação com o número de salas, o que impacta diretamente nas bilheterias, que, este ano, ficarão abaixo do esperado por causa da pandemia. Se todos os blockbusters, e tantos outros filmes de grande apelo comercial, forem “empurrados” para o segundo semestre, disputando salas com os que já estavam agendados para o período, não haverá espaço para todos nas redes de cinema. Além disso, há no segundo semestre uma preocupação maior com lançamentos voltados para a disputa da temporada de premiações, que começará em 30 de novembro com o Gotham Awards, deixando para estúdios e distribuidores a escolha entre comercial e Oscar, o que torna importante este adiamento das produções da Sony para 2021, principalmente no que tange à situação de produções independentes, que precisam ser lançadas comercialmente para que possam disputar a temporada e chegar ao palco do Dolby Theatre.

 

Leia também:

Bob Iger, presidente executivo da Disney, renuncia ao próprio salário durante a pandemia

‘Bloodshot’: Sony disponibiliza em plataformas digitais

Globo de Ouro 2021: HFPA anuncia mudança nas regras de elegibilidade por causa da pandemia

‘Mulher-Maravilha 1984’ tem lançamento adiado pela Warner

Olhar de Cinema é adiado por causa do novo Coronavírus

Hollywood e o impacto do novo Coronavírus

Festival de Cannes é adiado por causa da pandemia

‘Viúva Negra’ tem lançamento adiado por tempo indeterminado

Universal lança filmes no streaming, nos EUA, por causa do Coronavírus

Cinemas cariocas fecham por causa da pandemia de Coronavírus; mais filmes são adiados

‘Velozes e Furiosos 9’: Universal divulga nota sobre adiamento

Filmes sobre o caso Richthofen são adiados em decorrência da pandemia de Coronavírus

‘Um Lugar Silencioso – Parte II’ é adiado por causa da pandemia de Coronavírus

Os filmes mais aguardados de 2020

Comentários




    gl