Após decisão da justiça, Regina Celi deixa presidência do Salgueiro e chapa 2 assume

Regina Celi. Foto: Dayse King

Regina Celi não é mais presidente do Salgueiro. Foto: Dayse King

Regina Celi não é mais presidente do Salgueiro. A 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que a mandatária tem 48 horas para deixar o cargo, assim como os demais membros da sua chapa, entitulada ‘A chama que não se apaga’. A decisão pediu a imediata posse da oposição, liderada por André Vaz.

“Defiro a tutela provisória de urgência antecipada incidental para determinar aos réus a desocupação da Presidência da Diretoria Executiva e de todos os demais cargos ocupados pelos membros da Chapa 1 (´A chama que não se apaga); bem como para determinar seja dada efetividade imediata ao decidido pela Comissão Eleitoral, empossando-se os membros da Chapa 2 (´Salgueiro, minha paixão minha raiz´) nos cargos aos quais fazem jus, tudo no prazo de 48h (quarenta e oito horas), sob pena de multa diária no valor de R$1.000,00 (mil reais) em desfavor favor da Sra. Regina Celi e de nulidade de todas as deliberações e atos praticados pela Chapa 1 em desconformidade com esta decisão”, escreveu a juíza Renata Gomes Casanova de Oliveira e Castro.

A ação que promoveu a saída de Regina Celi foi solicitada pelos advogados da chapa de oposição. A decisão, em caráter de liminar, seguiu o posicionamento do Tribunal de Justiça do Rio, que já havia considerado a chapa de Regina inelegível.

Regina Celi e André Vaz. Foto: Reprodução
Na época das eleições, Regina Celi e André Vaz participarem de debate no SRzd. Foto: SRzd

Regina confirma afastamento e entrará com recurso

Através de nota oficial, a agora ex-presidente do Salgueiro afirmou que se afastará, mas entrará com recurso. “Diante da decisão judicial, informo que cumprirei a determinação e afirmo que as medidas cabíveis já foram tomadas para suspender a liminar”, disse.

Regina Celi estava no comando da vermelha e branca desde 2009 e iria para o quarto mandato consecutivo, motivo pelo qual se deu a confusão, uma vez que o estatuto do Salgueiro só permite uma reeleição.

André Vaz assume o Salgueiro

André Vaz é o novo presidente do Acadêmicos do Salgueiro e assume a escola junto de sua chapa. O novo mandatário citou o enredo da escola, o orixá da justiça Xangô, para comemorar a decisão proferida pela juíza Renata Gomes Casanova de Oliveira e Castro.

A justiça está sendo feita, sob as bençãos de Xangô

“Acreditamos, desde o início, que a justiça seria feita porque caminhamos ao lado da verdade e da transparência em todos os nossos atos. Na espiritualidade dizem que Xangô anota em seu caderno todos os nossos atos e, na hora certa, ele cobra aos devedores e faz justiça a quem é merecedor. A justiça está sendo feita, sob as bençãos de Xangô e agora a gente só pensa em trabalhar para fazer a nossa escola brilhar e brigar pelo campeonato. Quem é Salgueiro estará conosco porque, como sempre disse, a nossa gestão é democrática”, disse.

Juíza cita Regina não ter se afastado após determinação da comissão eleitoral

Na última terça-feira (14), o presidente da comissão eleitoral do Salgueiro, Marcelo Ferreira, estabeleceu que Regina Celi deveria deixar imediatamente o cargo para André Vaz assumir. A presidente, no entanto, mencionou o enredo da escola, Xangô, conhecido como orixá da justiça, e não saiu da agremiação.

A decisão da 2ª Vara Cível desta sexta-feira (17) apontou o fato: “Não obstante, o perigo de dano também se faz presente, uma vez que a recusa indevida da Chapa 1 em desocupar os cargos para os quais foram declarados inelegíveis põe em risco a gestão e a estabilidade política da GRESAS (Acadêmicos do Salgueiro), bem como a autoridade das decisões judiciais e da própria Comissão Eleitoral, as quais estão sendo frontalmente ignoradas pelos réus”.

Leia na íntegra a liminar que destituiu Regina Celi da presidência

Decisão da 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que Regina Celi tem 48 horas para deixar o cargo. Foto: Reprodução/Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Relembre a disputa eleitoral do Salgueiro

– Regina Celi é reeleita presidente do Salgueiro

– Justiça torna presidente Regina Celi do Salgueiro inelegível, diz jornal

– Justiça decide por nova eleição no Salgueiro

– Em caso de vitória, chapa de oposição promete rigorosa auditoria nas contas do Salgueiro

– Emerson Dias sobre situação do Salgueiro: ‘Imbróglio jurídico não terá impacto grande’

– Vice da chapa de Regina Celi no Salgueiro se pronuncia e defende novas eleições

– Chapa 02 rebate Regina Celi e divulga carta aberta sobre atual situação do Salgueiro

– Após pedir nova eleição, vice-presidente do Salgueiro volta atrás

– Chapa 02 afirma não reconhecer contratos firmados por Regina Celi

– Chapa 2 do Salgueiro emite nota: ‘A inelegibilidade de Regina Celi é uma certeza’

– Salgueiro: parecer da comissão eleitoral determina afastamento da presidente Regina Celi

– Chapa 2 do Salgueiro divulga nota oficial e diz não reconhecer presidente de honra

Comentários




mais notícias

    gl