Coreógrafo cita ‘falta de atenção ou interpretação’ do jurado em nota para Gaviões da Fiel

Desfile 2020 da Gaviões da Fiel. Foto- SRzd – Bruno Giannelli

No Carnaval 2020, a Gaviões da Fiel ficou com décima primeira colocação no Grupo Especial, após levar para a Avenida o enredo “Um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê…”. Clique aqui para relembrar a apresentação.

No quesito comissão de frente, a agremiação foi avaliada com as seguintes notas: 9,6 – 9,6 – 9,9 – 10. O grupo foi conduzido pelo terceiro ano consecutivo por Edgar Junior. Ele é oriundo da Camisa Verde e Branco, madrinha da Gaviões, onde começou a desfilar em 1999.

Sob seu comando, o grupo responsável pela abertura do desfile da “Fiel Torcida” teve grande repercussão no Carnaval 2019, dividindo opiniões e faturando o Prêmio SRzd Carnaval SP de melhor “Comissão de Frente”.

Desfile 2019 da Gaviões da Fiel. Foto: SRzd – Ana Moura

Em entrevista ao SRzd, o coreógrafo – que não faz mais parte da entidade – avaliou seus últimos três trabalhos. Ele também falou como foi trabalhar ao lado de Paulo Barros e Paulo Menezes, apontou uma justificativa dada pelo jurado e projetou seu futuro para o próximo ano. Confira:

SRzd: Qual a avaliação que você faz da comissão de frente de 2020?

Edgar Junior: Avalio de forma satisfatória. Não 100%, porque por motivos alheios impossibilitaram nossa nota máxima, porém o público em si respondeu de forma satisfatória, o que nos rendeu alguns prêmios. Isso mostra que o trabalho foi sério. Nossa equipe lutou muito por isso.

Coreógrafo Edgar Junior. Foto: SRzd – Nicolas Barbosa

SRzd: Como foi trabalhar com Paulo Menezes e Paulo Barros?

Edgar Junior: Foi normal. Sempre me perguntam isso. Seria bom perguntar pra eles também como foi trabalhar com Edgar Junior rsrs. Tivemos mais contato com Paulo Menezes que estava mais tempo em São Paulo. Ele sempre deu atenção, estava presente, assistiu os ensaios e participou bastante de todo o processo. Avalio de forma satisfatória. Foi um grande aprendizado ter conhecido os dois.

SRzd: A comissão perdeu alguns décimos. Quais foram as justificativas dadas pelos jurados?

Edgar Junior: Não fomos penalizados por falha de sincronia, expressão corporal e interpretação. Ocorreram falhas nas capas utilizadas pelos personagens que interpretaram Romeu. Falha total de estrutura. Outro ponto importante foi uma falha grave do jurado Newton de Souza, no qual ele avalia a pasta de defesa de forma equivocada. Na pasta constava todas as informações necessárias e ele simplesmente tirou ponto por falta de atenção ou interpretação da defesa apresentada pela escola. Justificativas essas vistas, analisadas e compreendida pela agremiação como, parte falha da escola e parte o erro deste julgador, infelizmente.

Desfile 2020 da Gaviões da Fiel. Foto- SRzd – Bruno Giannelli

SRzd: Como você avalia sua passagem pela Gaviões da Fiel?

Edgar Junior: Aprendi muito nos Gaviões. Desde minha chegada sempre fui bem tratado e inclusive na saída também, onde me deixaram as portas abertas. Avalio de forma muito positiva, afinal foram três Carnavais da comissão de frente presente nos ensaios da escola, apresentações e eventos. Três anos onde somos finalistas pela 3° vez do Prêmio SRzd, ganhando o último em 2019, totalizando assim 9 prêmios de melhor comissão de frente. Fizemos o nosso melhor sempre, porém existem situações referente a nota que fogem do bailarino, do coreografo, etc…

SRzd: Para o Carnaval 2021, existe algum projeto já definido?

Edgar Junior: Sim, sempre existe. Carnaval 2021 promete ser grandioso e desafiador e não desejo ficar de fora. O desejo e motivação de vencer me fazem querer mais. Ocorreram algumas conversas já. Então se Deus quiser deve dar tudo certo.




Leia também:

+ Gaviões da Fiel renova com Paulo Barros para o Carnaval 2021

+ Gaviões da Fiel anuncia ‘pacote’ de novidades para o Carnaval 2021

+ Ação social: Gaviões da Fiel realiza arrecadação de alimentos

Comentários




    gl