Piloto de helicóptero da PM explica o que pode ter ocorrido com a aeronave que caiu com Boechat

Helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera. Foto: Reprodução de Internet

Helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera. Foto: Reprodução de Internet

Um helicóptero caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, nesta segunda-feira (11) e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via. As vítimas do acidente são o jornalista Ricardo Boechat, da Band, e o piloto Ronaldo Quattrucci.

O chamado de socorro foi feito às 12h14. A queda ocorreu perto do quilômetro 7 do Rodoanel, sentido Castelo Branco. De acordo com a CCR Rodoanel Oeste, que administra o Rodoanel, houve uma terceira vítima com ferimentos, o motorista do caminhão.

Helicóptero cai na Anhanguera, bate em caminhão e ao menos duas pessoas morrem. Foto: Reprodução de Internet
Helicóptero cai na Anhanguera, bate em caminhão e ao menos duas pessoas morrem. Foto: Reprodução de Internet

De acordo com o capitão Paiva, da Polícia Militar, a aeronave tentou pousar no acesso do Rodoanel com a Rodovia Anhanguera quando “um caminhão que havia acabado de passar pela praça de pedágio na faixa do sem parar não teve tempo hábil de frear e colidiu com a aeronave ainda pousando”.

“Entende-se preliminarmente que ele [caminhão] estava numa velocidade razoável para baixa porque havia acabado de passar pela praça de pedágio. Era uma faixa do sem parar, mas tinha seu limite de velocidade”, disse o capitão. A perícia do acidente é feito pela Polícia Técnica Científica e do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Helicóptero cai na Anhanguera, bate em caminhão e ao menos duas pessoas morrem. Foto: Reprodução de Internet
Helicóptero cai na Anhanguera, bate em caminhão e ao menos duas pessoas morrem. Foto: Reprodução de Internet

A aeronave era um Bell Helicopter, prefixo PT-HPG, fabricada em 1975. Estava regular, segundo a Aeronáutica. Com capacidade para cinco pessoas, sendo um piloto e quatro passageiros, esse modelo de helicóptero é considerado seguro. O veículo era de propriedade da RQ Serviços Aéreos Especializados.

Ressaltando que é preciso aguardar o trabalho da perícia, o Oficial Médico e piloto de helicóptero da Polícia Militar do Rio de Janeiro, o doutor Abouch Krymchantowski explicou ao SRzd o que pode te ocorrido com a aeronave.

“O piloto deve ter tido uma perda de potência (o helicóptero não cai – se cai não sobre nada) e entrou em um procedimento chamado auto rotação. Consegue-se chegar ao solo com velocidade controlada e pousar tocando o chão, mas se der de cara com algum obstáculo não pode desviar e escolher outro local, pois não tem mais potência para ir para outra área. A auto rotação é para colocar a acft no chão de forma controlada e todos saírem andando”, disse Krymchantowski.

“Os pilotos treinam muito isso, mas nunca para encontrar um caminhão perto do chão”, completou o profissional especialista em pilotar helicópteros para resgatar policiais feridos. Foram muitos socorros, desde que ingressou na Polícia Militar, que integrou o quadro de policiais de elite do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bop).

Confira no vídeo a seguir como ocorre auto rotação em um Jet Ranger:

Leia também:

– Jornalistas, políticos e artistas lamentam morte repentina de Ricardo Boechat

– ‘Negligência e impunidade marcam as tragédias no país’, disse Boechat em seu último programa

– Mulher de Boechat faz homenagem ao marido: ‘Pior dia da minha vida’ 

– Testemunha relata que Boechat pulou do helicóptero antes da queda

– Helicóptero que levava Boechat não podia fazer táxi aéreo

– Velório do corpo de Boechat será no Museu da Imagem e do Som em SP

Comentários




    gl