Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Morbius’ é adiado pela Sony

“Morbius” é estrelado por Jared Leto, vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante por “Clube de Compras Dallas” (Foto: Divulgação).

Inicialmente previsto para chegar às salas de exibição em 2020, “Morbius” (Idem – 2021) estava confirmado para 07 de março deste ano, mas foi novamente adiado pela Sony Pictures por causa da pandemia de Covid-19. Agora, o longa tem lançamento agendado para 08 de outubro no mercado americano, de acordo com o The Hollywood Reporter.

 

Criado por Roy Thomas e Gil Kane há 50 anos, o personagem é um dos grandes vilões enfrentados por Peter Parker / Homem-Aranha nos quadrinhos da Marvel Comics. No longa, dirigido por Daniel Espinosa, a história gira em torno da transformação do bioquímico acometido por uma rara doença no sangue, Dr. Michael Morbius (Jared Leto), numa espécie de vampiro ao tentar encontrar a cura.

 

Contando com elenco que inclui nomes como Tyrese Gibson (Simon Stroud), Matt Smith (Loxias Crown), Adria Arjona (Martine Bancroft) e Michael Keaton, provavelmente reprisando o personagem Adrian Toome / Abutre, que apareceu em “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” (Spider-Man: Homecoming – 2017), “Morbius” é o primeiro título de peso a ter a postergação de sua estreia anunciada neste início de ano.

 

Esta movimentação da Sony Pictures já era esperada devido ao cenário incerto imposto pela pandemia, que fechou salas de exibição em diversos países, dentre eles, os Estados Unidos, o mais afetado pela Covid-19 e com dois de seus principais mercados, Los Angeles e Nova York, com cinemas fechados por tempo indeterminado. O estúdio não divulgou adiamentos de outros títulos, mas a previsão é que o faça nos próximos dias ou semanas, pois o novo coronavírus ainda não está sob controle nem a população vacinada em escala global.

 

Assim como a Sony, outros estúdios devem divulgar novas datas de estreias agendadas para o primeiro semestre deste ano, inclusive de produções que deveriam ter chegado aos cinemas em 2020. Caso isso aconteça, a expectativa é que a situação possa começar a voltar ao normal no segundo semestre, contando com a hipótese de vacinação em massa, mas podendo afetar os lançamentos do verão norte-americano, período mais rentável para a indústria hollywoodiana. Há também a possibilidade de parte destes títulos migrar para plataformas digitais ou estrear simultaneamente no circuito e no streaming, como “Mulher-Maravilha 1984” (Wonder-Woman 1984 – 2020), que ainda não obteve o resultado em cifras almejado pela Warner Bros., único estúdio que insistiu em manter filmes de grande apelo popular, “Tenet” (Idem – 2020) e o já citado longa da heroína da DC, no circuito comercial no ano passado.

 

Leia também:

Cinema e os desafios de 2021

Os filmes mais aguardados de 2021… ou seriam de 2020?

2020: o ano que não deveria ter existido

 

Assista ao trailer oficial legendado de “Morbius”:

Comentários

 




    gl