‘Um sentimento que arrasta multidões’: conheça o samba da Gaviões da Fiel para o Carnaval 2020

Quadra da Gaviões da Fiel. Foto: SRzd – Guilherme Queiroz

A Gaviões da Fiel definiu na madrugada deste sábado (14) o samba-enredo que irá embalar o seu desfile no Carnaval de 2020.

A obra criada por Rafael Falanga, Luciano Rosa, Biro-Biro, Portugal e William Tadeu foi a escolhida pela diretoria da “Torcida que Samba” como trilha sonora oficial do enredo “Um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê…”. O projeto será desenvolvido pelos carnavalescos Paulo Barros e Paulo Menezes que irão estrear na folia paulistana.

+ Vídeo: anúncio do samba campeão

+ Assista a apresentação do samba campeão

+ Leia a sinopse

“Vamos falar dos grandes amores. A história da humanidade está baseada nisso. A gente traz um enredo que resgata um pouco dessa coisa que está dentro da gente e não conseguimos explicar. Desse sentimento que é muito forte. É lógico que a gente vai chegar no sentimento da própria escola. Uma mensagem também de esperança e paz”, disse Paulo Barros.

Conheça o samba:

Confira a letra:

O QUE É ESSE APERTO NO PEITO?
INVADE A ALMA, NÃO DÁ PRA NEGAR
É A MAIS SUBLIME INSPIRAÇÃO DO CRIADOR
QUE UM SONHO EM SUAS MÃOS MOLDOU (É O AMOR, É O AMOR)
EU QUERO VIVER ROMANCES PROIBIDOS
DOCE DELÍRIO QUE DESPERTA OS SENTIDOS
QUANDO DISPARA, O INSENSATO CORAÇÃO
SE A ALMA ETERNIZAR… VAI MUITO ALÉM DA RAZÃO

QUANTOS SENTIMENTOS… ME LEVAM
À LUTA POR UM IDEAL
CHAMA QUE NINGUÉM PODE APAGAR
É A LIBERDADE DE PODER SONHAR

É, NÃO EXISTEM FRONTEIRAS,
NEM MESMO BARREIRAS VÃO NOS SEPARAR
SE A VIDA IMITA A ARTE,
NUMA DOCE ILUSÃO VOU MERGULHAR
EU SOU O OLHAR QUE TE ENCONTRA PELAS RUAS
UM ACORDE QUE SEDUZ À LUZ DA LUA
SOU O CANTO QUE ECOA PELO AR
E SE EU ENLOUQUECER,
SERÁ DE TANTO AMAR

VAI ARREPIAR… ABRA O SEU CORAÇÃO
VEM SE APAIXONAR, EXPLODIR DE EMOÇÃO
UM SENTIMENTO QUE ARRASTA MULTIDÕES
CANTA GAVIÕES

Festa contou com show da Beija-Flor de Nilópolis 

Além da disputa entre três times de compositores que já haviam superado outros cinco concorrentes na etapa anterior, a final do concurso teve como atrativos a presença da rainha Sabrina Sato e a apresentação da Beija-Flor de Nilópolis, escola que já foi campeã do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro por 14 vezes.

Beija-Flor participa da final de samba-enredo 2020 da Gaviões da Fiel. Foto: SRzd – Fabio Capeleti

A disputa

Minutos antes do início da apresentação dos sambas finalistas no palco, o presidente Rodrigo Gonzales Tapia, o Digão, falou sobre as eliminatórias deste ano, explicando o motivo de sua diretoria ter recomendado a regravação das obras após a entrega das composições: “Quero agradecer os três finalistas. Muito obrigado por vocês terem aceitado por voltar os sambas. Que vença o melhor. Hoje o samba que vai ganhar é o samba do povo. Aqui vamos escutar todos os segmentos da escola, pois vivemos numa democracia”.

+ “Sou um compositor-presidente”, diz Rafael Falanga sobre vitória na Gaviões da Fiel

Cada parceria teve direito a 25 minutos de apresentação, sendo três passadas apenas com a marcação e cordas e o restante com o acompanhamento da bateria “Ritmão” de mestre Ciro.

Embalados pela voz marcante do intérprete Celsinho Mody da corimã Acadêmicos do Tatuapé, o primeiro samba a subir no palco foi o “Samba 9”, escrito por Luciano Costa, João 10, Alex, Bruno Muleke, Fabinho do Cavaco, Eduardo Regianno, Fadico, Fabio Palácio, Marcelo Valente e Rodrigo Dias.

“Samba 9” na final de samba-enredo da Gaviões da Fiel para o Carnaval de 2020. Foto: Fabio Capeleti – SRzd

Em seguida foi a vez do “Samba 11”, composto por Rafael Falanga, Luciano Rosa, Biro-Biro, Portugal e William Tadeu, que mais tarde seria consagrado como vencedor. No microfone principal, destaque para os intérpretes Igor Sorriso (Mocidade Alegre) e Wantuir Oliveira (Unidos da Tijuca).

“Samba 11” na final de samba-enredo da Gaviões da Fiel para o Carnaval de 2020. Foto: Fabio Capeleti – SRzd

Terceiro e último da noite, o “Samba 1” assinado por Grego, Araken, Caselli, Adair, Ronaldo Vilela, Rodrigo e Neto contou com as vozes de Carlos Junior, cantor da Império de Casa Verde e Emerson Dias, intérprete do Acadêmicos do Salgueiro.

“Samba 1” na final de samba-enredo da Gaviões da Fiel para o Carnaval de 2020. Foto: Fabio Capeleti – SRzd

Carnaval marcará estreia de Paulo Barros e Paulo Menezes na Gaviões 

Quatro vezes campeã do Grupo Especial paulistano – o último no ano de 2003 -, a Gaviões da Fiel buscará no próximo ano retornar o caminho da vitória. Para isso, a diretoria foi buscar no Rio de Janeiro reforços de peso: a dupla de carnavalescos Paulo Barros e Paulo Menezes.

Em entrevista ao SRzd, Menezes justificou que o enredo tem ligação com o próprio sentimento que eles sentiram ao chegar na escola: “A gente fala de amor, e desde que a gente veio pra cá, o que a gente mais sentiu foi esse amor incondicional da torcida”.

Ao comentar as lágrimas que escorreram de seu rosto durante a festa que marcou o lançamento do enredo, Paulo Barros fez uma comparação aos títulos já conquistados em sua carreira:“Foi um sensação que eu nunca senti. Foi uma energia inédita. Acho que uma das grandes felicidades da minha vida foi ganhar o Carnaval com a Unidos da Tijuca (2010), quando eu ganhei o título com a Portela (2017), além dos outros títulos que ganhei com a Tijuca. E esse momento – na Gaviões – vai entrar para o hall. É como se hoje eu tivesse ganhado um título, é impressionante”.  Ele também falou sobre o regulamento do Carnaval de São Paulo e ressaltou que o trabalho coletivo será fundamental para a conquista do campeonato.

Assista:

Em 2020 a “Torcida que Samba” será a terceira agremiação a desfilar no sábado, 22 de fevereiro, no Sambódromo do Anhembi, pelo Grupo Especial paulistano.

Comentários




    gl