Sem verba da prefeitura, Mangueira corta equipe de trabalho e cancela ensaios

Mangueira protestou contra o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, no Carnaval 2018 por conta dos cortes na subvenção. Foto: Henrique Matos

“Na luta é que a gente se encontra”. A Mangueira decidiu seguir à risca o verso do seu samba-enredo para o Carnaval 2019 e se uniu à Mocidade Independente no protesto contra a indefinição do repasse da verba que a Prefeitura do Rio destina às agremiações.

Com a justificativa de que a escola “precisa da garantia dos recursos para o planejamento financeiro e o desenvolvimento do enredo”, a verde-e-rosa informou, via nota oficial, que “realizará uma série de cortes na equipe de trabalho” e que os ensaios de quadra dos dias 01, 08, 15 e 22 de dezembro estão cancelados.

Leia a nota oficial da Mangueira:

NA LUTA É QUE A GENTE SE ENCONTRA

A Estação Primeira de Mangueira, ao longo de seus noventa anos de história e destaque no cenário cultural do Brasil, tem sido uma resistência na luta em tornar o carnaval vivo como a principal festa popular de céu aberto do país.

Em busca de soluções práticas para tornar viável o desfile de 2019, se adequando a dura realidade imposta às escolas de samba pela falta de compromisso no repasse de verbas da Prefeitura do Rio e do acordo firmado com a empresa UBER, a instituição informa que realizará uma série de cortes na equipe de trabalho, assim como estão cancelados os ensaios na Quadra nos dias 01, 08, 15 e 22 de dezembro, retornando suas atividades no Palácio do Samba no dia 29, com seu já tradicional pré-réveillon.

A exemplo de suas coirmãs, a Mangueira precisa da garantia desses recursos para o planejamento financeiro e o desenvolvimento do seu enredo, cumprindo prazos com fornecedores e toda equipe que brilhantemente desenvolve o espetáculo aclamado na Sapucaí e tão divulgado em todo o mundo.

Ensaio na Mangueira. Foto: Divulgação
Ensaios de quadra da Mangueira estão cancelados. Foto: Divulgação

A Mangueira é a segunda agremiação a paralisar projeto de Carnaval devido à incerteza do recebimento da subvenção. A Mocidade também está com ensaios de rua suspensos e anunciou, na noite desta quarta-feira (28), que não participará da festa de lançamento do CD do Grupo Especial. O evento será na próxima segunda (03), na Cidade do Samba.

Após a plenária da Liesa desta quarta (28), a verde e branco de Padre Miguel revelou que a Uber desistiu de patrocinar o Carnaval 2019. A empresa destinaria R$ 500 mil a cada agremiação do Especial.

Mocidade não se apresentará na festa da próximo segunda (3). Foto: SRzd

Comentários




    gl