Edson Pereira sobre mensagens com críticas à Mangueira: ‘Minhas redes foram invadidas’

Edson Pereira. Foto: SRzd

O carnavalesco da Unidos de Vila Isabel, Edson Pereira, emitiu comunicado na tarde desta quinta-feira (27) explicando que teve suas redes sociais invadidas e não compartilhou publicação com críticas ao enredo da Mangueira. “Hoje, fui surpreendido com mensagens que não foram postadas por mim nas minhas redes sociais”, disse em nota.

No mesmo dia, mais cedo, a conta do Facebook de Edson Pereira havia compartilhado a publicação de um internauta com críticas indiretas ao enredo da Mangueira. A mensagem compartilhada dizia: “Ainda sobre as escolas de samba. Fantasia de índio não pode, fantasia de nega maluca não pode, mas ridicularizar Jesus Cristo pode. Hipócritas!”. Apesar de não ter explicitamente o nome da Verde e Rosa, internautas entenderam que se referia à Mangueira, que levou para a Sapucaí o enredo “A Verdade Vos Fará Livre”, sobre Jesus.

Ainda segundo o comunicado de Edson Pereira, ele diz: “Respeito todas as escolas de samba, todas as manifestações artísticas que passaram na Sapucaí neste e em todos os anos, todas as classes sociais e, como um artista negro, senti-me profundamente ofendido e triste quando vi que minhas redes foram invadidas e mensagens ofensivas, lá postadas”.

Veja comunicado do carnavalesco da Vila Isabel na íntegra:

Comunicado de Edson Pereira

Comentários




    gl