Conheça o enredo da Estrela Guia para o Carnaval 2019

Conheça o enredo que o GRESV Estrela Guia levará para o Carnaval Virtual 2019. Após o 9º lugar no carnaval 2018, a escola renovou com sua equipe e prepara um desfile em busca da vitória do Grupo de Acesso.

 

Argumento

Em 2019 a Estrela Guia leva para a avenida virtual um pedido de preservação. Todas as vezes que falamos de ecologia, lembramos dos macacos, das baleias e das araras mas esquecemos dos insetos, que apesar de passarem despercebidos, são o grupo seres mais diversificados do planeta e de muita importância na manutenção do nosso ecossistema. O fascínio humano pelos insetos se mostra evidente em diversas culturas por suas diferentes formas e habilidades. Por esse fascínio a diferentes características, na nossa fantasia carnavalesca, associamos insetos a artistas circenses, não só pelo encanto q esses “seres” apresentam nas suas diferentes habilidades nada comuns mas pela importância da também preservação dessa arte que fascinou diferentes culturas na história da humanidade. Assim numa mágica metamorfose insetos se transformarão em artistas circenses  ou artistas circenses se transformarão em insetos? Não sabemos bem, mas pedimos que fiquem bem atentos e não percam nenhuma parte do espetáculo.

 

Sinopse

Nos últimos raios do entardecer
A cortina de folhagem se abre
Zumbidos incessantes  como animadas fanfarras
Prenunciam mais um luar
São intensos, variados e em diferentes sintonias
“zum-zum-zum!”, “cri-cri!”
onomatopeias de uma natureza fascinante
em cada pedaço de verde do nosso planeta.

É a vida!

Manifestada em formas minúsculas.
Complexas, coloridas, exuberantes.
Antenadas, aladas, invertebradas.
Surpreendentes em suas mais variadas habilidades
personagens do menor espetáculo que vamos apresentar no nosso carnaval.

Insetos! Algumas vezes incertos.

Diferentes, estranhos, curiosos… que dão medo!
Saltadores, voadores, velozes… que impressionam!
Que se transformam, que acendem, que apagam, que acendem… mágicos?

Os primeiros raios do amanhecer se aproximam
E antes que a cortina de folhagem se feche
Pedimos atenção! Olhos abertos para a preservação
Que o show possa acontecer e a se repetir
Por infinitas gerações de espécies e artistas.

 

Setorização

Setor 1- A mística da natureza. O piscar dos pirilampos convidando todos pro show, a fanfarra do barulho das cigarras, o canto dos grilos, o bailar das mariposas e os enlouquecidos cupins atraídos pelas luzes.

Setor 2- Um show de horrores. Brincamos com o medo que alguns insetos causam associando a um “freak show”.  (baratas barbadas, mosquito da dengue de duas cabeça, a lagarta contorcionista)

Setor 3- Insetos radicais.  A tensão toma conta do espetáculo, insetos desafiam as leis da gravidade e nos impressionam. (o besouro mais forte ,  o marimbondo atirador de ferrões, a vespa bala)

Setor 4- O show tem que continuar. Nosso pedido de preservação. Na forma de insetos encontraremos personagens tradicionais do universo circense. (joaninha palhaço, bicho pau na perna de pau, o mágico louva deus  e a formiga equilibrista)

 

Informações da disputa

• O prazo para a entrega dos sambas sé até dia 16 de março de 2019
• Não há limites de obras por compositor, podendo inscrever mais de um samba;
• A gravação pode ser caseira (gravação pelo celular, computador, etc…), com apenas a voz e o cavaco ou somente a voz do compositor, desde que possa compreender a letra e melodia;
• Os sambas devem ser enviados para o e-mail [email protected] contendo a letra, áudio e nome dos compositores, ou inbox na Página do G.R.E.S.V. Estrela Guia.
Vale ressaltar que a sinopse é apenas um guia para o desfile, ficando a cargo dos poetas interpretá-la de acordo com o enredo. Mesmo que o desfile siga uma ordem cronológica por conta do organograma, o samba deve, preferencialmente (lembrando que isto não é uma regra), seguir o caminho inverso, ou seja: não seguir fielmente uma linha cronológica, buscando uma narrativa mais solta.

Comentários




    gl