Plataformas de vídeos online reduzem definição de produtos

Netflix disponibiliza download para assinantes. Foto: CareAce

Netflix. Foto: CareAce

As plataforma de vídeos Youtube e Netflix anunciaram a redução da qualidade dos vídeos  para evitar a sobrecarga do tráfego na internet em razão da situação de isolamento vivida por diversos países por conta da pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O Youtube é a maior plataforma de vídeos online do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários. Em 2019, a cada minuto eram assistidos 4,5 milhões de vídeos pelo serviço audiovisual. No Brasil, os últimos dados divulgados apontam o uso por cerca de 100 milhões de usuários.

A empresa já havia anunciado que adotou a transmissão de vídeos em qualidade padrão (SD, no termo técnico) na União Europeia na semana passada. Hoje ela foi expandida para o restante do mundo.

Já o Netflix é o líder global em streaming pago no mundo e no Brasil. A empresa tem mais de 140 milhões de assinantes em todo o mundo. No Brasil, o serviço é o app de vídeo online mais baixado nas principais lojas. De acordo com pesquisas sobre hábitos de consumo dos brasileiros, a plataforma tem 8,5 milhões de usuários, segundo dados de 2019.

O Netflix informou a redução em 25% do tráfego gerado pelo consumo de seus filmes e séries em países da Europa. No caso da América Latina, a empresa informou que recebeu solicitação de operadoras para também seguir a decisão, mas que avaliaria implantar a diminuição em áreas com maior incidência da pandemia.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) agendou uma reunião com representantes de operadoras do setor e empresas que fornecem aplicações de Internet, como os serviços de streaming de vídeo, para discutir medidas no momento de pandemia. A Agência, contudo, não divulgou o resultado da reunião.

* Fonte: Agência Brasil




Comentários

 




    gl