Clarimundo Flôres. Foto: Nicolas Renato Photography

Clarimundo Flôres

Carioca, formado em jornalismo e profundo apreciador de cerveja. Dedicou quase seus cerca de 20 anos de profissão atuando, essencialmente, nas áreas de economia e política, mas também com passagens pelo meio ambiente e de hotéis, restaurantes e gastronomia.

Cachaça do Rio é eleita melhor envelhecida em madeiras brasileiras

Cachaça Tellura, de Campos, vendeu o Expocachaça 2019

A Cachaça Tellura Amburana, de Campos dos Goytacazes (RJ), ganhou medalha de ouro na categoria madeiras brasileira, durante concurso da Expocachaça 2019, realizado no último final de semana, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O produto conquistou a maior pontuação na categoria, levando o título de melhor cachaça envelhecida em madeiras brasileiras. Ao todo, a 8ª Avaliação Sensorial com Degustação às Cegas e Classificação das Cachaças, Bebidas Mistas e outros Destilados da 29ª edição da Expocachaça reuniu nove categorias. O evento contou com cerca de 200 produtores de cachaça mineiros e de outros 20 estados do Brasil.

O objetivo central do concurso foi avaliar a evolução e a qualidade das bebidas de diversas regiões produtoras de cachaça do Brasil, presentes no evento, sob o ponto de vista sensorial e organoléptico, sinalizando para o mercado brasileiro e internacional o alto nível da produção da cachaça brasileira em suas diversas categorias e apresentações.

As avaliações foram realizadas por profissionais altamente qualificados e treinados para a função e coordenados por Lorena Simão, do LABM-Laboratório Amazile Maia, por Renato Frascino, técnico sensorial de bebidas e alimentos desde 1977 e coordenador de diversos concursos de bebidas no Brasil e Renato Costa, Presidente da ABS-Associação Brasileira de Sommelieres do Brasil – MG.

Comentários




    gl