Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Márcia Haydée – Uma Vida Pela Dança’ estreia nesta quinta

“Márcia Haydée – Uma Vida Pela Dança” foi exibido na Mostra Première Brasil – Retratos do Festival do Rio 2018 (Foto: Divulgação).

Nesta quinta-feira, dia 18, Márcia Haydée completa 82 anos. E para lembrar a data, “Márcia Haydée – Uma Vida Pela Dança” (2017) será exibido em salas de cinema do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e São Paulo.

 

Com direção de Daniela Kallman, o documentário rodado para celebrar o 80o aniversário de Haydée utiliza depoimentos e imagens de arquivo para mostrar a trajetória da brasileira que se tornou primeira bailarina e diretora do Stuttgart Ballet, entrelaçando com fatos de sua vida pessoal, como o casamento de 16 anos com seu parceiro de dança, Richard Cragun, e a opção de não ter filhos.

 

Márcia Haydée acumulou as funções de primeira bailarina e diretora do Stuttgart Ballet, companhia tradicional alemã (Foto: Divulgação).

 

Fruto da parceria entre a Globo Filmes, a Globo News e o Canal Curta!, “Márcia Haydée – Uma Vida Pela Dança” tem estética televisiva com formato de programa jornalístico, apostando no conteúdo rico em detalhes. No entanto, não possui acabamento técnico satisfatório, sobretudo no que tange ao som, que varia bastante ao longo da produção.

 

“Márcia Haydée – Uma Vida Pela Dança” é um documentário que não distancia a câmera de seu objeto de estudo, no caso, Márcia Haydée, para celebrar a mulher que dedicou sua vida à dança, tornando-se uma das profissionais mais renomadas do mundo.

Comentários




    gl