Cotado para disputar a presidência, Moro diz que governo tem agenda focada em interesses pessoais

Sérgio Moro. Foto: Pedro de Oliveira/ALEP

Sérgio Moro. Foto: Pedro de Oliveira/ALEP

O ex-juiz Sérgio Moro escreveu artigo para a Revista Crusoé e criticou o governo do qual foi ministro da Justiça.

Agora adversário do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que inclusive é alvo de inquérito por suposta interferência na Polícia Federal denunciada por Moro enquanto ele era o titular da Pasta, o magistrado tem sido apontado como possível candidato ao Palácio do Planalto em 2022.

Nesta sexta-feira (22), alguns órgãos de imprensa disseram que ele pode se lançar na política eleitoral pelo Podemos como presidenciável ou tentar uma vaga no Senado Federal. Em seu Twitter, Moro compartilhou a essência de suas declarações para a publicação:

“Em meu artigo na Crusoé, destaco a relação entre os retrocessos no combate à corrupção e a disparada da inflação. Com uma agenda pública focada em interesses pessoais e não no bem comum, é impossível conciliar estabilidade econômica com avanços sociais”.

+ Guedes fica: ao lado de ministro, Bolsonaro diz que Brasil foi o país que menos sofreu

+ Relator do Auxilio Brasil não sabe de onde virá o dinheiro

+ Alec Baldwin se manifesta pela primeira vez após tragédia em filmagem nos EUA

+ Tiago Leifert explica saída antecipada da Globo

+ Contra-ataque: Carlos e Flávio Bolsonaro denunciam Omar e Renan

+ Curtinhas: após briga com Neto, ex-Palmeiras e Corinthians deixa a Band

+ SBT perde audiência e média fica abaixo dos 4,5 pontos; veja os números de 21 de outubro

+ Clima: confira a previsão do tempo para sábado (23)

+ Empolgou? Ex- de Viviane Araújo e Fluminense celebra classificação com fio-dental

Comentários

 




    gl