‘O show tem que continuar’; X-9 Paulistana lança enredo sobre Arlindo Cruz

Lançamento do enredo 2019 da X-9 Paulistana. Foto: SRzd – Guilherme Queiroz

No Carnaval de 2019 a X-9 Paulistana vai homenagear o cantor e compositor Arlindo Cruz, algo que já se sabia desde o anúncio feito em fevereiro.

Mas este sábado (7) reservou a festa de lançamento oficial do enredo, com a presença, na quadra social da X na Zona Norte da cidade de São Paulo, da família de Arlindo, de uma comitiva de sua escola de coração, o Império Serrano, e shows do grupo Dose Certa e dos segmentos da casa.

+ Clique aqui para ler a concepção do enredo desenvolvido por Amarildo de Mello

+ Veja a logomarca do enredo em homenagem ao cantor e compositor Arlindo Cruz

+ Galeria de fotos da festa de lançamento do enredo da X-9

+ Leia a sinopse completa do enredo

Lançamento do enredo 2019 da X-9 Paulistana. Foto: SRzd – Guilherme Queiroz

“Meu lugar é cercado de luta e suor, esperança num mundo melhor! O show tem que continuar”, é o título escolhido para a história que será contada no sambódromo do Anhembi no próximo ano, inspirada nos trechos de duas canções do cantor; “Meu lugar”, e “O show tem que continuar”, em parceria com o Fundo de Quintal.

“…O meu lugar…”

Considerado um dos maiores artistas vivos do Brasil e ícone do gênero, Arlindo Cruz tem mais de 550 músicas gravadas por diversos intérpretes e é considerado o responsável pela proliferação do banjo no samba.

Arlindo Cruz. Foto: Divulgação

Em sua carreira, que contabiliza mais de três décadas de sucesso, frequentou, ainda jovem, as rodas de samba do Cacique de Ramos, integrou o grupo Fundo de Quintal, fez parceria com Sombrinha e viajou por todo o país em turnês com sua carreira solo.

Com 59 anos, Arlindo Cruz sofreu, em março do ano passado, um AVC hemorrágico, em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio.

Atualmente, segue em tratamento para se recuperar, com o apoio incondicional de familiares, amigos e fãs. Carismático, fez incontáveis apresentações e composições para escolas de samba e projetos culturais.

+ Enredo vai fugir de biografia e explora aspectos culturais e sociais da obra de Arlindo

Esposa e filha de Arlindo Cruz comentam a homenagem

Responsável pelo desenvolvimento do tema 2019 da X-9 Paulistana, Amarildo de Mello entrevistou, recentemente, a esposa e a filha de Arlindo Cruz.

No bate-papo com Barbara e Flora, que na noite deste sábado subiu ao palco e fez discurso emocionado, o sentimento de alegria e gratidão à agremiação, a definição do título do enredo e as surpresas para o desfile que vem por aí. Clique nos players para ouvir:

Barbara Cruz fala da luta de Arlindo pela vida e a definição do título do enredo

Flora Cruz, filha de Arlindo comenta as surpresas para o desfile 2019

Personalidades não são novidade como enredo da X-9

A opção pela homenagem ao poeta Arlindo Cruz, não é uma novidade.

Em outros Carnavais, a escola da Parada Inglesa já apostou suas fichas em personalidades para desenvolver seus desfiles em São Paulo.

O também compositor carioca Paulinho da Viola, foi o tema em 1990. Ainda mereceram ser enredo da X-9 Paulistana o humorista Renato Aragão e a dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó. O último artista a ser cantado na Avenida pela agremiação, foi o pintor italiano Inos Corradin, no ano de 2017, quando a X foi campeã do Grupo de Acesso.

Inos Corradin. Foto: Reprodução

O artista

Amarildo de Mello parte para o seu segundo projeto na X-9 Paulistana.

Em sua jornada artística no Carnaval brasileiro, tem passagens por importantes escolas de samba do Rio de Janeiro. Entre elas, Beija-Flor de Nilópolis, onde fez parte da comissão de Carnaval campeã em 1998, Portela, Arranco do Engenho de Dentro, Sereno de Campo Grande e Acadêmicos do Cubango.

Em São Paulo, assinou desfiles na Unidos do Peruche e Águia de Ouro.

Amarildo de Mello. Foto: Assessoria X-9 Paulistana

O desempenho da X-9 no quesito enredo em 2018

*notas atribuídas pelos jurados do concurso

Com a homenagem definida, a X-9 também já fechou todo o seu time de profissionais para esta temporada.

Darlan Alves segue no comando do carro de som pelo terceiro ano seguido. Além da renovação de contrato do carnavalesco Amarildo de Melo, também terão a continuidade do trabalho na X Daniel Vitro e Lyssandra Grooters, primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, os mestres Kito e Fábio Américo no comando da bateria e a coreógrafa Yascara Manzini. Ainda foi confirmada a contratação de Pe Santana para o cargo de diretor de Carnaval.

A X-9 Paulistana ficou com a décima primeira colocação na disputa do Grupo Especial de São Paulo este ano, quando abriu o sábado de desfiles no Anhembi.

+ Relembre o desfile da X-9 Paulistana

Desfile 2018 da X-9 Paulistana. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

Comentários




    gl