Tapetão: suposta irregularidade pode mudar rebaixamento do Campeonato Brasileiro

Taça do Campeonato Brasileiro de Futebol 2018. Foto: Divulgação/CBF

Taça do Campeonato Brasileiro de Futebol 2018. Foto: Divulgação/CBF

O Campeonato Brasileiro de futebol 2018 teve sua última rodada finalizada neste domingo (2), no entanto, uma suposta irregularidade envolvendo o registro de um jogador pode gerar uma reviravolta na tabela das Séries A e B.

De acordo com informações divulgadas por Pedro Orioli, da Rádio Central de Campinas, o lateral direito Ernandes foi registro irregular. Ele fez um jogo pelo Ceará na Série A e mais 31 partidas pelo Goiás na Série B. O STJD pode punir os dois clubes, resultando em uma mudança na classificação final. Caso isso ocorra, os cearenses seriam rebaixados no lugar do Sport e a Ponte Preta subiria para a elite na vaga dos goianos.

Segundo o Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebbol (CBF), Ernandes nasceu em 11 de novembro de 1987. No entanto, a certidão do cartório de São Félix do Araguaia (Mato Grosso), onde o atleta nasceu, mostra que a data seria 11 de novembro de 1985. Até o momento, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não recebeu nenhuma denúncia.

Ernandes. Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás
Ernandes. Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

O Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) em seu artigo 214 diz que em caso de escalação de qualquer jogador em situação irregular geraria perda de pontos relativos a uma vitória simples no regulamento da competição, fato que rebaixaria o Ceará e tiraria o acesso do Goiás.

Através de sua assessoria de imprensa, o Goiás divulgou uma nota oficial sobre o caso. Leia na íntegra:

No Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ernandes Dias Luz nasceu no dia 11 de novembro de 1987, ou seja, como consta no documento apresentado pelo jogador no ato de contrato com o Goiás Esporte Clube. Se o atleta possui outra documentação, o fato não é de responsabilidade do clube que o contratou e sim de quem efetuou o registro do jogador como profissional de futebol. Em toda documentação de Ernandes apresentada ao Goiás, desde Carteira de Trabalho, de Reservista, Carteira de Motorista e de Identidade apresentam a data de nascimento com o ano de 1987. Fato este que não acarretará nenhum tipo de ação ou punição contra o Goiás Esporte Clube. O atleta está de férias e até o presente momento não foi localizado para prestar esclarecimentos sobre o fato apresentado.

Comentários




mais notícias

    gl