Rússia diz que já terá vacina pronta contra Covid-19 em duas semanas

Teste de vacina para Covid-19. Foto: Reprodução

A Rússia anunciou nesta terça-feira (28) que pretende iniciar a distribuição da vacina desenvolvida pelo Centro Gamalei, cujo processo de desenvolvimento foi concluído há cerca de dez dias.

Segundo o Ministério da Saúde do país, a data prevista para o início da distribuição dos lotes em todo o país é o dia 11 de agosto, ou seja, dentro de duas semanas.

O governo russo também esclarece que os lotes disponíveis para serem distribuídos durante o mês de agosto e meados de setembro cobrirão apenas a demanda local. Em setembro, o país espera ter novos lotes, com os quais pretende permitir a venda da vacina para outros países dispostos a comprá-la.

Segundo a CNN Internacional, os próprios cientistas estariam se voluntariando para testar a imunização. Alexander Ginsburg, diretor do projeto, confirmou ter injetado a vacina em si mesmo.

A vacina foi criada pelo Instituto Gameleya, baseado em Moscou. De acordo com as autoridades, o país espera produzir até 200 milhões de doses até o fim do ano —dessas, 30 milhões seriam exclusivas para a Rússia.

Ao menos sete países já mostraram interesse em comprar a vacina russa: Argentina, Nicarágua, Venezuela, México, Sérvia, Eritéria e Turcomenistão.

O site Sputnik News, que costuma publicar informações de agências de notícias russas, informou que o estado do Paraná também teria consultado a Rússia para saber como adquirir algumas doses da vacina.










Comentários

 




    gl