Montenegro diz que Junta quer acordo para não expulsar Bebeto de Freitas

A Junta de Julgamentos e Recursos do Botafogo definiu uma solução para não expulsar do quadro social do clube o ex-presidente Bebeto de Freitas.

O presidente do órgão, José Aurélio Domingues teria feito uma tentativa de acordo para receber o dinheiro no qual afirmam que foram gastos e não comprovados pelo dirigente. Segundo Carlos Augusto Montenegro, que também é ex-presidente da equipe, no caso de um acerto, eles iriam voltar atrás da decisão anterior.

“Conversei com o Jorge Aurélio antes do julgamento, e ele disse que seu eu, Cáudio Good (ex-vice de finanças) ou Manuel Renha (ex-vice de futebol) depositássemos os R$ 1,52 milhão, estaria tudo resolvido. Mas fiquei curioiso, pois ele não disse na conta de quem o dinheiro deveria entar. Nenhum artigo do Botafogo prevê esse procedimento. Achei um absurdo”, comentou Montenegro que fez arte da gestão de Bebeto de Freitas, de acordo com o site “Globoesporte.com”.
 

Comentários




    gl