Melhores destinos para viajar pela América Latina

Fernando de Noronha. Foto: Pixabay

Fernando de Noronha. Foto: Pixabay

Planeja viajar pela América Latina, mas ainda não decidiu os lugares aonde ir? Confira quais são os destinos que deveriam fazer parte do seu itinerário:

– Machu Picchu – Peru

Machu Picchu. Foto: Poswiecie/Pixabay
Machu Picchu. Foto: Poswiecie/Pixabay

Esta cidade pré-colombiana foi construída pela civilização inca no século XV e abandonada depois da chegada dos conquistadores espanhóis no território peruano. Permaneceu escondida por muitos anos, até que foi descoberta no início do século XX.

Desde esse momento, converteu-se em um dos principais destinos de viagem de mochileiros e montanhistas. Para visitá-la, os turistas podem optar por fazer a “Trilha Inca”, que demora uns 5 dias até chegar a cima. Para quem não tiver condições de subir a pé, existem ônibus e um trem que vão até o topo da cidadela.

– Salar de Uyuni – Bolívia

Salar de Uyuni. Foto: Rodrigo Digo/Pixabay
Salar de Uyuni. Foto: Rodrigo Digo/Pixabay

Neste lugar localizado ao sul da Bolívia, você sentirá que está em um sonho, já que o chão branco e o céu azul formam uma paisagem inesquecível.

É uma planície salgada do lado dos Andes, a maior cadeia montanhosa de América do Sul, e está localizada a 3.656 metros acima do nível do mar.

Na temporada de chuvas, entre dezembro e abril, o chão brilha ainda mais, parecendo um espelho gigante.

– Parque Tayrona – Colômbia

Parque Tayrona. Foto: Pixabay
Parque Tayrona. Foto: Pixabay

12 mil hectares repletos de vegetação, animais, praias de areias brancas e águas azuis. Com as montanhas da Serra Nevada como fundo, este parque nacional é simplesmente o lugar mais bonito do país cafeteiro.

Lá poderá andar a pé ou cavalo pelas inúmeras trilhas ou descansar ouvindo somente o barulho da natureza. Se quiser aproveitar um pouco mais, a 30 quilômetros se encontra Santa Marta, onde poderá curtir as praias e as noites em diversos bares e boates.

– Isla de Páscoa – Chile

Isla de Páscoa. Foto: Pixabay
Isla de Páscoa. Foto: Pixabay

Localizada a 3.700 quilômetros da costa chilena, esta ilha é mundialmente famosa por possuir enormes estátuas de pedra chamadas de moais.

Rapa Nui, tal é seu nome oficial, além das mais de 900 estruturas rochosas, também oferece vulcões, como o Rano Kau ou o Raraku, praias amplas e trilhas para descobrir o território inteiro.

– Paramaribo – Suriname

Suriname. Foto: Pixabay
Suriname. Foto: Pixabay

A capital deste país é uma joia que merece ser visitada. Embora seja uma cidade pequena e com poucas pessoas (possui somente 250

mil habitantes), é riquíssima a nível cultural, pois sua arquitetura tem influências indianas, africanas, indígenas e holandesas.

Não se esqueça de visitar o Palmentuin, um jardim de palmeiras localizado no centro da cidade, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

– El Calafate – Argentina

El Calafate. Foto: Pixabay
El Calafate. Foto: Pixabay

Gosta do clima frio? Então não pode se perder esta pequena cidade patagônica cheia de natureza, que é o ponto de partida para conhecer o Parque Nacional Los Glaciares. Lá é onde fica o Glaciar Perito Moreno, a maior geleira horizontal do mundo inteiro.

Além de conhecer o Glaciar, em El Calafate poderá fazer diversas trilhas e degustar a gastronomia típica do lugar, tanto doce quanto salgada.

– Fernando de Noronha – Brasil

Fernando de Noronha. Foto: Pixabay
Fernando de Noronha. Foto: Pixabay

Procura tranquilidade? Neste arquipélago vulcânico pertencente ao estado de Pernambuco, você achará a paz que precisa. São 21 ilhas das quais só uma delas está habitada.

Além de ter praias paradisíacas, lá poderá praticar esportes aquáticos como snorkeling, surf e mergulho nos recifes de corais que ficam ao redor das ilhas.

– Chichen Itzá – México

Chichen Itzá. Foto: Pixabay
Chichen Itzá. Foto: Pixabay

Localizada na península do Yucatán, ao este do país, esta construção arqueológica foi o centro religioso, político e cultural da civilização Maya, faz muitos anos atrás.

Lá poderá conhecer os diferentes edifícios, que funcionavam como observatórios astronômicos, quadras para diversos jogos, templos e observar as esculturas que gravados para entender as crenças dos indígenas.

– Baños – Equador

Baños. Foto: Pixabay
Baños. Foto: Pixabay

Esta cidade, conhecida como o “Portão da Amazônia”, tem ao redor 3 vulcões e possui diversas fontes de águas minerais hidrotermais. Lá terá a opção de estar em pleno contato com a natureza e de fazer esportes de aventura, como trilhas, tirolesa e rafting.

Também é famosa pela “Casa del Árbol”, uma casa em uma árvore onde fica o “balanço do fim do mundo”, que parece dependurado sobre o mesmo abismo das montanhas.

– Cabo Polônio – Uruguai

Cabo Polônio. Foto: Pixabay
Cabo Polônio. Foto: Pixabay

Quer dar uma pausa da vida agitada e se desconectar de tudo? A 260 quilômetros de Montevidéu, esta cidade sem internet, asfalto nem energia elétrica, será tudo o que precisa para voltar a estar em contato com você mesmo.

Mesmo que o acesso seja limitado, pois só se chega em 4×4 ou cavalo, descansar nas praias desertas, cheias de dunas e leões-marinhos vale muito a pena.

Estes destinos são bem diferentes, porém eles têm uma coisa em comum: a necessidade de que o turista contrate um seguro de viagem internacional antes de visitá-los. Contar com uma cobertura não somente será útil, caso sofrer alguma urgência ou emergência médica ou odontológica, senão que também será de ajuda diante imprevistos, como perdas de bagagem, cancelamentos ou atrasos dos voos.

Comentários




    gl