Jogador acusado de matar ex-mulher começa a ser julgado

Foto: Reprodução de InternetO ex-jogador de futebol Janken Ferraz Evangelista, de 26 anos, começou a ser julgado nesta segunda-feira. Ele é acusado de matar a ex-mulher Ana Cláudia Silva e Melo, de 18 anos, com 14 facadas. Isso teria acontecido na frente do filho do casal. O caso aconteceu no dia 22 de março de 2009, em um apartamento no Jardim da Saúde, na Zona Sul de São Paulo.

O julgamento deve durar até terça-feira, de acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). A audiência acontece no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista.

O primeiro a depor foi o irmão de Ana Cláudia. Ele disse que ela sofria abusos e apanhava do ex-marido com frequência. No entanto, de acordo com a defesa do jogador, Ana Cláudia era violenta e ele a teria matado em legítima defesa.

Janken está preso e responde por homicídio triplamente qualificado, furto, porque roubou o celular da vítima durante a fuga, e subtração de incapaz, por ter fugido com o filho após o assassinato.

Comentários




    gl