Fofocas flamengas

Era de se esperar que durante essas férias forçadas as notícias sobre o Flamengo virassem a coluna de fofocas mais lida do Brasil. Nas últimas semanas o bastidores do clube foram mais devassados que a intimidade da Carolina Dieckmann. 

Não há assessoria de imprensa que segure. Quer saber da última bomba? Vai na Gávea e pergunta ao primeiro que estiver passando: jardineiro, assistente de auxiliar administrativo, diretor, preparador, faxineira,massagista, ou qualquer vice-presidente de num sei o quê. Com certeza todos têm algum segredinho pra contar e vão ficar muito contentes em ver seus nomes citados nas matérias. 

Embora fosse grande a produção de notícias de horóscopo, até agora só foram confirmadas três delas: 

1 A saída de Willians, que passou por grandes fases, mas vinha se destacando mais pela indisciplina, displiscência e contusões. A Udinese caiu no agá do DVD vendedor e o Fla desembolsou uma mixaria pra pagar a rescisória do Luxemburgo.

2 A chegada de Wellington Silva do Resende, uma tradicional contratação vinda de time pequeno após o Estadual. O moleque marca direitinho e é rubro-negro. A torcida deseja toda a sorte e torce para que aprenda bastante com o Léo Moura.

3 A permanência do El Pollo Botinelli. Seu futebol não justifica nenhuma campanha #ficabotti, mas a firmeza ao declarar a vontade de continuar no Mengão fez com que ele ganhasse uns pontos a mais com a torcida.

Sobre a possível chegada do Ibson e do Zinho… prefiro não comentar sobre isso agora. Muitos dão as contratações como certas, mas nada garante. Enquanto os dirigentes e agentes continuarem jogando pôquer com as fichas do Flamengo, suas palavras valerão menos que um blefe.

Comentários




    gl