Flamenguista chorão agora é só sorriso na torcida rubro-negra, no Maracanã

O torcedor rubro-negro Douglas da Silva Oliveira, de 17 anos, que recebeu, nesta sexta-feira, um ingresso das mãos da mãe de Adriano para assistir ao jogo entre Flamengo e Grêmio, é pura alegria neste domingo.

Ele ganhou o apelido de chorão da Gávea depois de aparecer aos prantos em uma matéria veiculada no “Globo Esporte” por não ter conseguido um ingresso para o jogo. Sensibilizada com o choro do torcedor, dona Rosilda, a mãe do atacante Adriano, entrou em contato com a “TV Globo” e disse que, se ele fosse achado, ela daria um ingresso de presente.

Douglas foi encontrado pela equipe, recebeu o bilhete para o jogo, e hoje está entre os rubro-negros que esperam ver o hexacampeonato brasileiro do Flamengo.

 

 

 

Comentários




    gl