Começa o julgamento de Daniel Alves, acusado de estupro

Daniel Alves. Foto: Reprodução/Instagram @danialves

Daniel Alves. Foto: Reprodução/Instagram @danialves

Começou na manhã desta segunda-feira (5) o julgamento do jogador Daniel Alves, acusado de estupro ocorrido em uma boate na cidade de Barcelona em dezembro de 2022. O processo está sendo conduzido em um tribunal espanhol e está programado para se estender até quarta-feira (7)

A primeira sessão do julgamento contempla depoimentos de seis testemunhas, incluindo o próprio brasileiro. As 22 testemunhas restantes serão ouvidas no dia seguinte, enquanto a última sessão, marcada para quarta, será dedicada a procedimentos periciais, culminando com a apresentação de relatórios e conclusões.

Logo no início do julgamento, segundo o G1, a defesa do ex-jogador solicitou a suspensão dos procedimentos, alegando que o juiz rejeitou a proposta de um segundo exame pericial na vítima.

A advogada de Alves, Inés Guardiola, pediu a realização de novos testes. A juíza Isabel Delgado Pérez, responsável pelo caso, decidirá sobre a solicitação.

Até a emissão da sentença final, Daniel Alves permanecerá em prisão preventiva, conforme determinação da Justiça. O Ministério Público espanhol busca uma pena de nove anos de prisão para o ex-jogador, enquanto a defesa da mulher que denunciou o estupro pleiteia uma sentença mais severa, com 12 anos de reclusão.

A identidade da jovem espanhola que fez a denuncia é preservada. Em casos de estupro na Espanha, as denúncias são enquadradas como agressão sexual, e as penas associadas variam de 4 a 15 anos de prisão.

Desde 20 de janeiro de 2023, Daniel Alves, que nega as acusações está sob prisão preventiva, sendo mantido em um presídio nos arredores de Barcelona por risco de fuga. Ele permanece sem direito a fiança enquanto aguarda o desfecho do processo.

Comentários

 




    gl