Cidade de São Paulo reabre escritórios e concessionárias de veículos nesta sexta-feira

Concessionárias de veículos. Foto: Reprodução.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou o funcionamento presencial de escritórios e concessionárias de veículos na cidade a partir desta sexta-feira (5). Segundo Covas, ainda nesta quinta-feira (4), os dois setores assinam com a prefeitura o protocolo com as diretrizes sobre o funcionamento parcial dos estabelecimentos.

Pelo protocolo, o funcionamento presencial será pelo período de quatro horas diárias – com início e final não coincidente com o horário de pico da cidade -, espaçamento de 1,5 metro entre os funcionários, estímulo ao teletrabalho, principalmente para mães com filhos pequenos, e o compromisso de que as empresas evitem que grupos de risco trabalhem presencialmente.

São também obrigatórios o uso de máscaras pelos funcionários e clientes, a medição de temperatura e a testagem de Covid-19 em funcionários que apresentarem sintomas. Será necessário ainda que a empresa disponha de álcool em gel 70%, água, sabão e toalhas descartáveis.

O protocolo determina ainda que os locais que atendem ao público funcionem com apenas 20% de sua lotação máxima e reforcem a higienização dos sistemas de ar condicionado.

Bruno informou que, com a abertura dos dois setores, o transporte coletivo, que hoje atua com frota reduzida (2,4 mil ônibus), será reforçado.

“As empresas concessionárias vão deixar à disposição mais 2 mil ônibus que entrarão em circulação de acordo com a demanda dada pela SPTrans [São Paulo Transportes] para que não haja superlotação. Hoje a gente trabalha com uma frota reduzida, mas já temos 2 mil ônibus que estarão nos bolsões dos mais diversos terminais na cidade”, disse o prefeito, em entrevista coletiva.

A capital paulista flexibilizou, no último sábado (30), a quarentena na cidade, com a permissão de que parte dos setores do município voltassem a funcionar presencialmente, desde que seguissem um protocolo aprovado pela prefeitura. Os setores de escritórios e de concessionárias serão, a partir de amanhã, os dois primeiros a se beneficiar da abertura.







Comentários

 




    gl