Bancários decidem aderir à greve geral desta sexta-feira em São Paulo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Em assembleia realizada na noite de terça-feira (11), na Quadra dos Bancários, os funcionários de bancos públicos e privados de São Paulo, Osasco e região – base do sindicato – decidiram, por unanimidade, se juntar às outras categorias e aderir à greve geral marcada por centrais sindicais para a próxima sexta-feira (14).

“Bancários aprovaram, em assembleia, a participação na greve geral contra a retirada de direitos. Vamos às ruas lutar contra o fim da aposentadoria e o desmonte dos direitos previdenciários e em defesa dos bancos públicos”, afirmou Ivone Silva, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região.

As mobilizações para a paralisação começaram há cerca de um mês. Dentre os alvos das críticas, estão a reforma da Previdência e os cortes na educação impostos pelo governo de Jair Bolsonaro.

Metroviários e ferroviários haviam decidido aderir à paralisação, mas o Metrô e a CPTM conseguiram liminares na Justiça para manter a operacão dos trens na
capital paulista.

Comentários




    gl