Primeiro jornalista assumidamente gay a apresentar ‘JN’ pede demissão

Matheus Ribeiro. Foto: Reprodução Internet

Matheus Ribeiro. Foto: Reprodução Internet

Matheus Ribeiro ficou conhecido nacionalmente depois de assumir sua homossexualidade dias antes de estrear na bancada do “Jornal Nacional”, em novembro de 2019. O nome do jornalista novamente voltou a ter destaque agora por um outro motivo. Ele pediu demissão da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás.

Segundo informações do colunista Leo Dias, Matheus pediu desligamento da emissora na última quarta-feira (8) por não concordar com a redução de seu salário devido à crise provocada pelo avanço do novo Coronavírus.

Em carta de demissão enviada para Brenda Freitas, sua chefe direta na afiliada da Globo, Matheus diz ser perseguido pela direção da emissora, tendo recebido sucessivas punições e advertências nas últimas semanas. Ele também mencionou seu salário e fez duras queixas sobre seus vencimentos, mesmo antes da redução imposta.

O apresentador era âncora do Jornal Anhanguera – 2º edição há quatro anos e era bastante querido pelo público. Em sua trajetória, chegou a fazer parte de outros telejornais e também da GloboNews.

Principal nome da TV Anhanguera, fez com que o seu bordão “tchau, brigado” virasse uma gíria popular entre os telespectadores. Vale lembrar que Matheus Ribeiro já estava convocado para reassumir a bancada do “JN” em mais duas ocasiões neste ano: a primeira seria daqui exatamente um mês, em 9 de maio.

Suelen Reis, do “Bom Dia Goiás”, assume a apresentação do principal telejornal da emissora, uma vez que o jornalista Luciano Cabral, que comandava a edição do Jornal Anhanguera está em período de quarentena.








Comentários




    gl