Restaurante de Paola Carossella é alvo de boicote virtual; chef chamou bolsonaristas de ‘burros ou escrotos’

Paola Carossella. Foto: Reprodução de vídeo

Paola Carossella. Foto: Reprodução de vídeo

Nesta terça-feira (24) o restaurante Arturito, da chef de cozinha argentina Paola Carossella, localizado no bairro Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, estava lotado no horário do almoço.

O movimento acima do normal aconteceu após ela ser alvo da fúria bolsonarista nas redes sociais, o que pode se chamar de um boicote virtual.

O motivo? Uma declaração dela dada por ela durante entrevista ao podcast DiaCast, onde disse: “É muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: porque é escroto ou é burro”.

A partir dessa fala, o restaurante, que já foi premiado como a melhor de cozinha variada da cidade de São Paulo por especialistas do segmento, além de ter sido listado pelo prestigiado Guia Michelin como um Bib Gourmand (local de bom custo-benefício), virou a mira preferencial dos seguidores do presidente da República.

Na web, milhares de comentários estão registrados difamando o estabelecimento: “tem comida com mosca morta boiando”; “quem lacra não lucra”; “volta para à Argentina”, estão entre os mais reproduzidos. Veja a declaração de Paola:

Leia também:

+ De olho no futuro: Jovem deve ser o foco das campanhas eleitorais de 2022

Comentários

 




    gl