Respeito: Boi Garantido chega ao velório do tripa do Boi Caprichoso, Markinho Azevedo

Boi Caprichoso na primeira noite do Festival de Parintins 2022. Foto: Diego Araújo/SRzd

Boi Caprichoso na primeira noite do Festival de Parintins 2022. Foto: Diego Araújo/SRzd

Parintins. Marcos da Silva Azevedo, de 59 anos, conhecido como “Markinho Tripa do Boi Caprichoso”, morreu, nesta quinta-feira (28), no município de Parintins.

Ele chegou ao Hospital Jofre Cohen no início da madrugada sentido fortes dores no peito e sofreu um infarto. Pelas suas redes sociais, Alexandre Azevedo, filho de Markinho e o atual Tripa do Boi Caprichoso, compartilhou a notícia. O corpo foi velado sob forte comoção no curral Zeca Xibelão e sepultado nesta sexta.

Pelas redes sociais, o Caprichoso lamentou a morte. “Markinho vestia o Boi Caprichoso como sua armadura; o seu jeito de dançar era único, singelo e nos emocionava. Dono de uma história de dedicação, amor e entrega, ele iniciou sua trajetória em 1986 como ajudante do mestre Jair Mendes. Em 1990, tornou-se o tripa oficial e, além disso, era quem confeccionava o Touro Negro. Conhecido como criador e a criatura, em 2017, passou para o filho a missão de evoluir no item 10, boi-bumbá evolução. O artista também foi músico do Boi Caprichoso com o grupo Sangue Azul e depois Azul e Branco. O presidente Rossy Amoedo e sua diretoria solidarizam-se com familiares e amigos. Aos filhos Alexandre, Alex, Jéssica e Ayra, as nossas sinceras condolências; que Deus conforte vossos corações”, diz o comunicado. No velório, o Garantido, representado pelo seu Boi, fez uma comovente homenagem.

Comentários

 




    gl