Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

Estúdios de Hollywood adiam, novamente, lançamentos por causa da Covid-19

Produzido e estrelado por Tom Cruise, “Top Gun: Maverick” foi adiado para 2021 (Foto: Divulgação / Crédito: Paramount).

A pandemia de Covid-19 modificou todo o cronograma de lançamentos da indústria cinematográfica hollywoodiana, que via uma possibilidade de recuperação no segundo semestre, o que dificilmente acontecerá. Isto não se deve apenas às salas de exibição fechadas, principalmente as americanas, mas também ao novo adiamento de títulos de grande apelo junto ao público, anunciado pelos estúdios na última quinta-feira, dia 23. Títulos estes necessários para reerguer as redes.

 

De acordo com a Variety, a Paramount Pictures remarcou dois de seus filmes mais aguardados de 2020 para o próximo ano: “Um Lugar Silencioso – Parte 2” (A Quiet Place 2), de 06 de setembro de 2020 para 23 de abril de 2021; e “Top Gun: Maverick” (Idem), de 23 de dezembro de 2020 para 02 de julho de 2021. Confirmando a sequência de “Sonic: O Filme” (Sonic the Hedgehog – 2020) para 08 de abril de 2022,  e “Under the Boardwalk” (Idem – 2022) para 22 de julho de 2022, o estúdio, um dos mais tradicionais de Hollywood, ainda anunciou o adiamento outras duas produções: “Jackass” (Idem), que chegaria às salas este mês, para 03 de setembro de 2021; e “The Tiger’s Apprentice” (Idem – 2023), de 11 de fevereiro de 2022 para 10 de fevereiro de 2023.

 

“Acreditamos sinceramente que não há experiência de exibição de filmes como a que se desfruta nos cinemas. Estamos comprometidos com a experiência teatral e com nossos parceiros de exibição, e queremos enfatizar que estamos confiantes de que, quando chegar a hora, o público de todos os lugares apreciará novamente a alegria singular de ver os filmes da Paramount na tela grande”, afirmaram em comunicado oficial Chris Aronson e Mark Viane, respectivamente, presidentes de distribuição doméstica e internacional da Paramount.

 

“Mulan” teve sua estreia adiada pela Disney por tempo indeterminado (Foto: Divulgação).

 

A Disney e a Sony também protelaram estreias de títulos aguardados com ansiedade pelo público. A Casa do Mickey adiou por tempo indeterminado o lançamento de “Mulan” (Idem), live-action considerado um dos títulos mais fortes do cenário pós-pandemia para as salas de exibição. De acordo com o The Hollywood Reporter, a Disney pretende lançar o longa em escala global, não em mercados específicos. Esta é a mesma situação de “The French Dispatch” (Idem), que integra o catálogo da Fox Searchlight, comprada pelo estúdio no ano passado.

 

Proprietária da LucasFilm, a Disney também postergou a estreia da nova trilogia da franquia “Star Wars” (Idem – iniciada em 1977). Com isso, o primeiro filme passou de 16 de dezembro de 2022 para 22 de dezembro de 2023, o segundo de 20 de dezembro de 2024 para 19 de dezembro de 2025, e o terceiro de 18 de dezembro de 2026 para 17 de dezembro de 2027 – nenhum deles tem título definido.

 

A franquia “Avatar” (Idem – iniciada em 2009) sentiu o impacto da pandemia, pois seus próximos filmes foram adiados pelo estúdio do Mickey. “Avatar 2” (Idem) era esperado para 17 de dezembro de 2021, mas foi remarcado para 16 de dezembro de 2022. “Avatar 3” (Idem) passou de 22 de dezembro de 2023 para 20 de dezembro de 2024, “Avatar 4” (Idem) de 19 de dezembro de 2025 para 18 de dezembro de 2026, e “Avatar 5” (Idem) de 17 de dezembro de 2027 para 22 de dezembro de 2028.

 

Dependendo do controle da pandemia, “Viúva Negra” (Black Widow – 2020) segue mantido para 06 de novembro nos Estados Unidos – no Brasil, o longa está previsto para entrar em cartaz em 29 de outubro. Estrelado por Scarlett Johansson, o filme solo da Viúva Negra é a maior aposta da Disney / Marvel para este ano. E o Universo Cinematográfico da Marvel (UCM) também foi atingido pelo novo coronavírus, pois a Sony Pictures anunciou o adiamento da sequência, ainda sem título definido, de “Homem-Aranha: Longe de Casa” (Spider-Man: Far From Home – 2019) de 05 de novembro de 2021 para 17 de dezembro do mesmo ano, segundo a Variety.

 

No início da semana, a Warner Bros. informou que “Tenet” (Idem – 2020) foi postergado novamente. De acordo com a Variety, o estúdio pretende lançar o novo filme de Christopher Nolan ainda este ano, mas não bateu o martelo quanto à nova data, afirmando que só o fará quando os cinemas puderem ser reabertos com segurança. Protagonizado por Robert Pattinson e John David Washington, “Tenet” chegou a ser anunciado como o primeiro grande título a chegar às salas de exibição no cenário pós-pandemia.

 

Leia também:

Festivais formam aliança em meio à pandemia

#JuntosPeloCinema: movimento une o setor para a reabertura das salas

Oscar 2021: AMPAS adia cerimônia por causa da pandemia

Cinema e o cenário pós-pandemia

Disney pode seguir os passos da Universal

‘Trolls’: da alegria ao imbróglio

Oscar 2021: AMPAS afrouxa regra de elegibilidade por causa da pandemia

Hollywood e o impacto do novo Coronavírus

Os filmes mais aguardados de 2020

Comentários

 




    gl