Baterista da banda Rolling Stones, Charlie Watts morre aos 80 anos

Charlie Watts. Foto: Reprodução/YouTube

Morreu nesta terça-feira (24) aos 80 anos, o baterista da banda Rolling Stones, Charlie Watts.

“É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts”, declarou Bernard Doherty, agente do músico, em comunicado para a imprensa britânica.

De acordo com o jornal Daily Mail, Watts morreu no hospital de Londres e estava cercado por sua família. A causa do falecimento não foi divulgada. 

Integrante da banda desde 1963, Charlie já havia anunciado no dia 4 deste mês que não participaria da próxima turnê do grupo, chamada “No Filter”, por motivos de saúde.

Famoso por seu talento e habilidade na manipulação sonora das peles da bateria, Watts foi um dos grandes responsáveis pela mescla de blues e jazz que marcou a evolução do som da banda liderada por Mick Jagger ao longo dos anos.

Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones. Foto: Divulgação

Junto com Mick Jagger e Keith Richards, Charlie Watts estava entre os membros mais antigos dos Stones, que passou por algumas mudanças em sua formação ao longo dos anos, desde 1962, quando foi criada.

No Instagram, o perfil oficial dos Rolling Stones publicou uma foto de Watts acompanhada do comunicado oficial de seus representantes. O texto informa que o músico “partiu pacificamente em um hospital de Londres, rodeado de familiares”. Além de ressaltar a vida do artista como “amado marido, pai e avô“, o texto relembra seu status como “um dos maiores bateristas de todos os tempos” e pede que a “privacidade de sua família, companheiros de banda e amigos próximos seja respeitada”.

Comentários

 




    gl