Wallace Safra. Foto: Gustavo Paixão

Wallace Safra

Idealizador e fundador do Projeto Moda Rio, apresentador do Canal +33, gestor de ateliê, assessor em branding de marcas, CEO e controlador de projetos da Casa Rio e coach de passarela.

Baco Exu do Blues e a relevância do novo cenário na música popular brasileira

Foto: Reprodução/Mídia Ninja

Foto: Reprodução/Mídia Ninja

A TIM mais uma vez se superou e preparou uma megaestrutura para os cariocas curtirem o verão de uma forma diferente, empolgante, divertida e o melhor de tudo, gratuito. A tarde deste sábado, 11 de janeiro, foi o dia de Ipanema receber em suas areias o Festival de Verão Tim que dedicou tarde para mostrar a relevante e necessária arte do rapper baiano Baco Exu do Blues.

Foto: Wallace Safra
Foto: Wallace Safra

Diego Álvaro Ferreira Moncorvo, vulgo Baco, completou no palco do festival seus 23 anos de idade, mostrando empolgação em sua fase atual de carreira e convidando outros artistas do segmento para dividir o palco com ele, trazendo para o público um dia com muitas emoções e declarações de superação e afirmação da sua arte.

O artista tem uma trajetória que se remete de forma próxima à vida de muitos jovens brasileiros e por isso tem conquistado a admiração de fãs que o seguem onde ele for. O rapper teve sua ascensão e tomou maior visibilidade com o lançamento da sua faixa “Sulicídio” em 2016 com o parceiro Diomendes Chinaski e foi tomando força, até que em 2017 Baco lançou seu primeiro disco “ESÚ” que foi o momento em que o artista agita bruscamente todo o cenário musical e então, leva a estatueta de melhor canção do ano de 2017 pelo Prêmio Multishow da Música Brasileira com a canção “Te Amo Disgraça”. Agora em seu trabalho mais recente “a princesinha do sold old”, como ele mesmo se denomina, vem ainda mais forte, presenteando seus fãs com a turnê “Bluesman”, mergulhando com o público em uma jornada ainda mais intensa, fluida e viva na missão de manifestar e tornar presente toda a raiz afro-brasileira.

Admirado por artistas como Caetano Veloso, Lázaro Ramos, Charles Gavin, dentre outros, Baco só coleciona elogios por onde passa e não fez diferente neste sábado. A fera subiu ao palco do festival com muita vivacidade e autoridade para reforçar sua posição neste novo cenário e fincou seu lugar e importância perante a cultura musical e social na vida do brasileiro.

Fique ligado neste artista e nesta nova fase do cenário musical brasileiro que promete grandes marcos.

Comentários




    gl