Quais as vantagens dos servidores já empossados em relação aos candidatos ainda sem a classificação em um concurso? (Parte 2)

…Por já terem também um cargo público, a pressão pela aprovação é menor, podendo estudar com mais tranquilidade, por isso muitos concurseiros utilizam alguns concursos de menor salário como trampolim para cargos definitivos com salários mais compatíveis com o desejo do candidato. A redução do stress é um ponto positivo para garantir um melhor aproveitamento da preparação. O ponto negativo pode ser a falta completa do estresse, é o estresse que de certa forma mantém o candidato focado na preparação. Se esse candidato não conseguir manter a empolgação e o foco pode desistir de estudar.

Vejo muitos candidatos que passam em um concurso, já pensando em outro, mas quando começa a trabalhar acaba desanimando da preparação e abandonando a missão.  A falta da pressão, que de certa forma é o ponto positivo de ser um servidor, pode se transformar em falta de propósito para se preparar para outro concurso. Se o concurseiro servidor conseguir contornar esse problema da falta de propósito, com certeza estará muito à frente dos outros candidatos.

O fato de serem “experientes” aumenta as chances do servidor conseguir uma nova vaga, se comparado àquele que tenta a primeira classificação, digo isso por causa do que discuti na primeira resposta. Quem já foi aprovado sabe exatamente o que fazer para ser aprovado novamente. Ele precisa só de tempo e esforço para agregar os novos conteúdos e relembrar os velhos.

Quem inicia os estudos e ainda não foi aprovado, precisa aprender a ganhar eficiência no estudo, conhecer as formas de aprendizado que são mais eficientes para ele e só depois disso que o estudo ganha eficiência e o candidato se aproxima da aprovação. O autoconhecimento é o passo mais difícil para ser aprovado no concurso e é a causa de muitos concurseiros perderem muito tempo para serem aprovados pela primeira vez.

As dicas e orientações de estudos para esse pessoal que está se preparando novamente para um novo certame é, não perder muito tempo com a teoria, precisa estudar e ganhar conhecimento, mas o ponto principal é partir, o mais rápido possível, para o estudo baseado em resolução de questões de provas anteriores.

A partir dos erros, voltar para a teoria e aprofundar os conteúdos cobrados em prova, mas isso todos eles já sabem. Muito provavelmente foi assim que foram aprovados no primeiro concurso.

Comentários




    gl