Clarimundo Flôres. Foto: Nicolas Renato Photography

Clarimundo Flôres

Carioca, formado em jornalismo e profundo apreciador de cerveja. Dedicou quase seus cerca de 20 anos de profissão atuando, essencialmente, nas áreas de economia e política, mas também com passagens pelo meio ambiente e de hotéis, restaurantes e gastronomia.

Feira internacional apresenta inovação no mercado da cerveja

Evento acontece em São Paulo, entre os dias 28 e 30 de maio

São Paulo recebe, entre os dias 28 e 30, a 15ª edição da Brasil Brau – Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja. O evento, que acontece a cada dois anos, concentra o que há de mais atual em tecnologia, produtos e serviços do mercado cervejeiro do país. A feira reúne mais de 100 expositores. A programação inclui o Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira e o Prêmio Brasil Brau de Gestão de Negócios em Cerveja, que este ano conta com a participação de Juri Popular.

O intuito da iniciativa é criar oportunidade para quem deseja planejar lançamentos, encontrar novos clientes, estreitar o relacionamento com clientes atuais, investir na ampliação do negócio e se posicionar entre os líderes do segmento. Outro diferencial está na política de admissão do público, que valoriza a participação de profissionais com vínculo comprovado com o setor.

Entre as novidades deste ano, destacam-se empresas que estão investindo em inovação de matérias-primas para produção de cervejas. Lançamentos que  vêm de encontro com uma tendência que tem se mostrado cada vez mais forte no mercado: a qualidade da cerveja que consome.

Quem aponta este movimento é a inglesa Mintel, que lançou uma pesquisa de tendência de consumo no fim de 2018 na qual revela que 42% dos entrevistados se dizem dispostos a provar “um novo sabor ou algo inovador”.

Outro ponto destaca uma tendência do consumidor a provar marcas mais caras e que se preocupam com a qualidade da bebida, o que sustenta a potência do lema “beba menos, beba melhor.”

A chegada desses novos produtos pode ser vista como um incentivo à criatividade dos produtores de cerveja no Brasil, um movimento que vem de encontro com a expansão das microcervejarias. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou um aumento de 23% no número de cervejarias artesanais em 2018.

Comentários




    gl