Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Velozes e Furiosos: Hobbs e Shaw’ segue na liderança nos EUA

“Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw” entrou em cartaz no dia 1o de agosto (Foto: Divulgação).

Protagonizado por Dwayne ‘The Rock’ Johnson e Jason Statham, “Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw” (Hobbs & Shaw – 2019) comprova a força da franquia que o originou, “Velozes & Furiosos” (Fast & Furious – iniciada em 2001), e continua na liderança no mercado americano com US$ 25,4 milhões. Dirigido por David Leitch, de “Deadpool 2” (Idem – 2018), o spin-off já arrecadou US$ 332,6 milhões em todo o mundo, segundo o Box Office Mojo.

 

Produzido e roteirizado por Guillermo del Toro, “Histórias Assustadoras para Contar no Escuro” (Scary Stories to Tell in the Dark – 2019) estreou em segundo lugar nos Estados Unidos com US$ 20,8 milhões. Baseado na obra de Alvin Schwartz, o filme dirigido por André Øvredal, de “A Autópsia” (The Autopsy of Jane Doe – 2016), ainda não teve sua arrecadação mundial divulgada.

 

Remake de “O Rei Leão” impressiona pelos detalhes de personagens e cenários (Foto: Divulgação).

 

Segunda maior arrecadação de 2019 até o momento, perdendo apenas para o fenômeno “Vingadores: Ultimato” (Avengers: Endgame – 2019), que soma US$ 2,795 bilhões, “O Rei Leão”, já arrecadou US$ 1,334 bilhão em todo o mundo. No último final de semana, a nova versão do clássico da Disney faturou US$ 20 milhões nas bilheterias americanas, ocupando o terceiro lugar do ranking. Este remake em computação gráfica ficou sob a responsabilidade der um velho conhecido dos fãs do Universo Cinematográfico da Marvel (UCM), Jon Favreau. Popularmente conhecido como Happy Hogan, o fiel escudeiro de Tony Stark (Robert Downey Jr.), Favreau é produtor executivo do já citado “Vingadores: Ultimato” e diretor de “Homem de Ferro” (Iron Man – 2008) e “Homem de Ferro 2” (Iron Man – 2010).

 

Live-action baseado na série “Dora, a Aventureira” (Dora the Explorer – desde 2000), “Dora e a Cidade Perdida” (Dora and the Lost City of Gold – 2019) estreou na quarta posição do ranking americano com US$ 17 milhões. Dirigido por James Bobin, de “Alice Através do Espelho” (Alice Through the Looking Glass – 2016), o longa ainda não entrou em cartaz em muitos países e, por este motivo, sua arrecadação global é US$ 19,5 milhões até o momento – o lançamento no Brasil está previsto para 07 de novembro.

 

Produzido, dirigido e roteirizado por Quentin Tarantino, “Era Uma Vez em… Hollywood” (Once Upon a Time… in Hollywood – 2019) faturou US$ 11,6 milhões, garantindo o quinto lugar das bilheterias americanas no último final de semana. Principal lançamento da próxima quinta-feira, dia 15, nos cinemas brasileiros, o longa estrelado por Leonardo DiCaprio e Brad Pitt já arrecadou US$ 108 milhões nos países nos quais já estreou.

 

Leia também:

‘Velozes e Furiosos: Hobbs e Shaw’ abre em primeiro nos EUA

‘O Rei Leão’ segue na liderança nos EUA

‘Vingadores: Ultimato’ desbanca ‘Avatar’ e se torna a maior bilheteria da História

Crítica – ‘O Rei Leão’: remake homenageia o clássico lançado há 25 anos

Top 10: as maiores bilheterias do primeiro semestre de 2019

Comentários




    gl