Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

Top 10: as maiores bilheterias de 2018

Dirigido pelos irmãos Anthony e Joe Russo, “Vingadores: Guerra Infinita” arrecadou US$ 2,04 bilhões (Foto: Divulgação).

Numa época em que a indústria cinematográfica precisa oferecer novas experiências ao público, proporcionadas pelo avanço tecnológico tanto dos filmes quanto das salas de exibição, para enfrentar a ameaça dos serviços de streaming e de download ilegais, Hollywood obteve cifras astronômicas. Não é exagero algum dizer que em 2018 prevaleceu a essência principal do cinema: a de entreter as massas. Isto se deve à escolha do público por produções do chamado cinema pipoca, blockbusters de grandes estúdios que objetivam primor técnico, algumas vezes, aliando-o a uma boa história.

 

É o caso do campeão de bilheteria deste ano, “Vingadores: Guerra Infinita” (Avengers: Infinity War – 2018), de Anthony e Joe Russo. Produzido pela Marvel em parceria com a Disney, o longa faturou US$ 2,04 bilhões em todo o mundo, tornando-se o mais lucrativo da franquia iniciada em 2012 com “The Avengers: Os Vingadores” (The Avengers – 2012), de Joss Whedon, segundo o Box Office Mojo.

 

Michael B. Jordan e Chadwick Boseman em cena de “Pantera Negra”, que está em campanha pelo Oscar 2019 (Foto: Divulgação).

 

Mas “Vingadores: Guerra Infinita” não é o único título desta parceria dentre as 10 maiores bilheterias do ano, pois “Pantera Negra” (Black Panther – 2018) e “Homem-Formiga e a Vespa” (Ant-Man and the Wasp – 2018) ocupam o segundo e nono lugares do ranking, respectivamente. Neste ponto, uma observação se faz necessária: os personagens mais lucrativos da Disney no ano do 90o aniversário do Mickey são os super-heróis da Marvel – ao todo, a empresa emplacou quatro títulos dentre os 10 mais lucrativos de 2018. Além dos já citados, a animação “Os Incríveis 2” (Incredibles 2 – 2018), que arrecadou US$ 1,24 bilhão mundialmente.

 

No entanto, o caminho do Universo Cinematográfico da Marvel (UCM) começou a ser pavimentado há 10 anos, na Paramount, com “Homem de Ferro” (Iron Man – 2008), de Jon Favreau. Responsável por reerguer a carreira de Robert Downey Jr., o longa arrecadou pouco mais de US$ 585 milhões ao redor do globo, ocupando a oitava posição dentre as maiores bilheterias daquele ano, e foi seguido por “O Incrível Hulk” (The Incredible Hulk – 2008), que faturou US$ 263,4 milhões. Dirigido por Louis Leterrier, o filme solo do Gigante Esmeralda, estrelado por Edward Norton (Bruce Banner / Hulk) e Liv Tyler (Betty Ross), dividiu opiniões e apresentou o Projeto Vingadores em uma cena pós-crédito.

 

A Marvel sabia exatamente onde queria chegar. E chegou! Ao topo da indústria, tornando-se a responsável por boa parte do dinheiro que permite que suas engrenagens continuem funcionando. Tanto que emplacou mais dois longas no Top 10 2018: “Venom” (Idem – 2018), produzido em parceria com a Sony, que ocupa o quinto lugar com US$ 854,5 milhões; e “Deadpool 2” (Idem – 2018), fruto da parceria com a Fox, na sétima posição do ranking com US$ 735,6 milhões.

 

Além de “Deadpool 2”, a Fox emplacou no Top 10 a cinebiografia de Freddie Mercury: “Bohemian Rhapsody” (Idem – 2018), de Bryan Singer. Protagonizado por Rami Malek (Mercury), o longa que teve produção-executiva de Brian May e Roger Taylor ocupa o oitavo lugar do ranking com US$ 667,1 milhões, mostrando a devoção do público pelo líder do Queen, que morreu em 1991 em decorrência do vírus HIV.

 

Protagonizado por Chris Pratt e Bryce Dallas Howard, “Jurassic World: Reino Ameaçado” ocupa a terceira posição do ranking (Foto: Divulgação).

 

Terceira maior bilheteria do ano, US$ 1,3 bilhão, “Jurassic World: Reino Ameaçado” (Jurassic World: Fallen Kingdom – 2018) é o segundo longa-metragem da franquia derivada de “Jurassic Park” (Idem – iniciada em 1993). Produzido pela Universal Studios, o filme não ultrapassou a arrecadação de seu antecessor, “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros” (Jurassic World – 2015), US$ 1,67 bilhão, mas é uma prova da força não apenas dos dinossauros da série baseada na obra de Michael Crichton junto ao público, mas também de seu protagonista, Chris Pratt (Owen Grady), o Peter Quill / Senhor das Estrelas de “Guardiões da Galáxia” (Guardians of the Galaxy – 2014) e “Vingadores”.

 

Com cenas de ação rebuscadas e um protagonista cujo carisma arrebata plateias há mais de 30 anos, “Missão: Impossível – Efeito Fallout” (Mission: Impossible – Fallout – 2018) ocupa a sexta posição do ranking de 2018 com US$ 791 milhões em bilheterias mundiais. Produzido e protagonizado por Tom Cruise, o longa se tornou o mais rentável da franquia criada em 1996, baseada na série de televisão homônima nos anos 1960.

 

Baseado na obra de J.K. Rowling, “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” (Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald – 2018) arrecadou US$ 612,9 milhões, ocupando o 10o lugar do ranking. Dirigido por David Yates, trata-se da segunda produção da franquia derivada de “Harry Potter” (Idem – iniciada em 2001). Até o momento, é o único título da Warner Bros. na lista das maiores bilheterias do ano.

 

É importante ressaltar que à exceção de “Bohemian Rhapsody”, todos os campeões de bilheteria deste ano integram franquias – ou estão iniciando uma, como o já citado “Pantera Negra”, filme solo do personagem que faz parte do time dos Vingadores, tendo sido apresentado à plateia em “Capitão América: Guerra Civil” (Captain America: Civil War – 2016), dos irmãos Russo.

 

Protagonizado por Jason Momoa, “Aquaman” estreou no Brasil no último dia 13 (Foto: Divulgação).

 

Além disso, é necessário lembrar que o Top 10 poderá sofrer alterações nas próximas semanas, uma vez que são considerados os títulos que estrearam durante todo o ano, mesmo que continuem em cartaz no ano seguinte. Ou seja, o faturamento dos filmes que chegaram às salas de exibição no feriado do Natal também será contabilizado. Dentre eles, “Aquaman” (Idem – 2018), que abriu em primeiro lugar no mercado americano com US$ 72,7 milhões. Mundialmente, o longa dirigido por James Wan já arrecadou US$ 488,2 milhões, o que o coloca na 16a posição do ranking de 2018 até a presente data.

 

O ano chega ao fim com a indústria cinematográfica mais fortalecida, sobretudo em termos de bilheterias, dentro e fora dos Estados Unidos. De acordo com a Variety, em 2018 o público pagante aumentou 4% no mercado americano e 3% mundialmente, comparando com os índices de 2017, ano bastante conturbado para Hollywood.

 

Confira o Top 10:

1. “Vingadores: Guerra Infinita” (US$ 2,04 bilhões):

“Vingadores: Guerra Infinita” estreou no Brasil em 26 de abril (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 321 milhões.

Direção: Anthony e Joe Russo.

Elenco: Robert Downey Jr. (Tony Stark / Homem de Ferro), Chris Hemsworth (Thor), Mark Ruffalo (Bruce Banner / Hulk), Chris Evans (Steve Rogers / Capitão América), Scarlett Johansson (Natasha Romanoff / Viúva Negra), Don Cheadle (James Rhodes / Máquina de Combate), Josh Brolin (Thanos), Chris Pratt (Peter Quill / Senhor das Estrelas), Zoe Saldana (Gamora), Bradley Cooper (voz de Rocket), Vin Diesel (voz de Groot), Tom Holland (Peter Parker / Homem-Aranha), Chadwick Boseman (T’Challa / Pantera Negra), Anthony Mackie (Sam Wilson / Falcão), Sebastian Stan (Bucky Barnes / Soldado Invernal), Idris Elba (Heimdall), Danai Gurira (Okoye), Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho), Elizabeth Olsen (Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate), entre outros.

Sinopse: Ambientado após os eventos de “Thor: Ragnarok” (Idem – 2017) e “Pantera Negra”, o longa mostra os heróis lutando contra o seu pior pesadelo: Thanos, que deseja reunir as seis Joias do Infinito (espaço, realidade, poder, tempo, alma e mente) para “equilibrar” o universo dizimando metade dos habitantes devido ao cenário de recursos finitos.

 

2. “Pantera Negra” (US$ 1,34 bilhão):

“Pantera Negra” estreou no Brasil em 15 de fevereiro (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 200 milhões.

Direção: Ryan Coogler.

Elenco: Chadwick Boseman (T’Challa / Pantera Negra),  Michael B. Jordan (Erik Killmonger), John Kani (Rei T’Chaka), Lupita Nyong’o              (Nakia), Danai Gurira (Okoye), Daniel Kaluuya (W’Kabi), Forest Whitaker (Zuri), Martin Freeman (Everett K. Ross), Letitia Wright (Shuri), Winston Duke (     M’Baku), Sterling K. Brown (N’Jobu),     Angela Bassett (Ramonda), Andy Serkis (Ulysses Klaue), entre outros.

Sinopse: T’Challa precisa assumir o trono de Wakanda após a morte de seu pai, o Rei T’Chaka, na explosão do prédio da ONU, mostrada em “Capitão América: Guerra Civil”. Cumprindo todo o ritual de coroação, o novo Rei vive o dilema de manter a tradição para proteger o país e seu povo ou dividir com o mundo seus conhecimentos. Mas a caçada por um antigo inimigo o coloca diante de uma ameaça ainda maior: o renegado Erik Killmonger, sedento por vingança.

 

3. “Jurassic World: Reino Ameaçado” (US$ 1,3 bilhão):

“Jurassic World: Reino Ameaçado” estreou no Brasil em 21 de junho (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 170 milhões.

Direção: J.A. Bayona.

Elenco: Chris Pratt (Owen Grady), Bryce Dallas Howard (Claire Dearing), Rafe Spall (Eli Mills), Justice Smith (Franklin Webb), Daniella Pineda (Zia Rodriguez), Ted Levine (Ken Wheatley), Jeff Goldblum (Ian Malcolm), BD Wong (Dr. Wu), Isabella Sermon (            Maisie Lockwood), Toby Jones (Mr. Eversoll), Geraldine Chaplin (Iris), James Cromwell              (Benjamin Lockwood), entre outros.

Sinopse: Ambientado três anos após os acontecimentos que levaram o Jurassic World a encerrar suas atividades, o longa mostra a Ilha Nublar ameaçada pela erupção de um vulcão que pode tornar os dinossauros extintos novamente. Na tentativa de ajudá-los, o antigo parceiro de John Hammond (Richard Attenborough), Ben Lockwood, oferece uma nova ilha para abrigá-los, objetivando a criação de uma espécie de santuário para os dinossauros, mas sem a presença de humanos. Porém, para colocar sua ideia em prática, Lockwood precisa que Claire e Owen participem da operação de resgate de ao menos 11 espécies, incluindo Blue, a velociraptor treinada por Owen nos bastidores do parque. O problema é que o vulcão não é a única ameaça aos animais e à dupla.

 

4. “Os Incríveis 2” (US$ 1,24 bilhão):

“Os Incríveis 2” estreou no Brasil em 28 de junho (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 200 milhões.

Direção: Brad Bird.

Elenco: Vozes de Craig T. Nelson (Bob Parr / Sr. Incrível), Holly Hunter (Helen Parr / Mulher-Elástica), Sarah Vowell   (Violet Parr), Huck Milner (Dashiell ‘Dash’ Parr), Eli Fucile (Jack-Jack Parr), Catherine Keener   (Evelyn Deavor), Samuel L. Jackson (Lucius Best / Frozone), John Ratzenberger (Underminer), entre outros.

Sinopse: Numa época em que super-heróis não são novidades nem têm admiração total da sociedade, o Sr. Incrível fica em casa cuidando das crianças enquanto sua esposa assume a missão de combater o mal, mesmo que sem autorização do governo, que cancelou o programa de super-heróis. Desesperado para voltar à legalidade, o casal aceita a proposta da empresa DevTech, que deseja mostrar à população as escolhas dos super-heróis em situações de perigo. Mas, num primeiro momento, a empresa quer apenas Helen na campanha, o que incomoda Bob. Em meio a isso, o bebê do casal precisa aprender a lidar com seus poderes.

 

5. “Venom” (US$ 854,5 milhões):

“Venom” estreou no Brasil em 04 de outubro (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 100 milhões.

Direção: Ruben Fleischer.

Elenco: Tom Hardy (Eddie Brock / Venom), Michelle Williams (Anne Weying), Riz Ahmed (Carlton Drake / Riot), Jenny Slate (Dra. Dora Skirth), Melora Walters (Maria), Reid Scott (Dr. Dan Lewis), Woody Harrelson (Cletus Kasady), Peggy Lu (Sra. Chen), entre outros.

Sinopse: O filme conta a trajetória de Eddie Brock, repórter renomado que perde tudo após entrevistar o misterioso Carlton Drake, homem megalomaníaco que decide brincar de Deus em sua empresa, a Fundação Vida. Um de seus experimentos inclui simbiontes colocados em humanos com o intuito de criar uma espécie capaz de sobreviver em outro planeta, mas sem pensar nas consequências. Ao investigar a Fundação, Eddie acidentalmente se torna hospedeiro de Venom e vê sua vida virar de cabeça para baixo mais uma vez.

 

6. “Missão: impossível – Efeito Fallout” (US$ 791 milhões):

“Missão: impossível – Efeito Fallout” estreou no Brasil em 26 de julho (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 178 milhões.

Direção: Christopher McQuarrie.

Elenco: Tom Cruise (Ethan Hunt), Ving Rhames (Luther Stickell), Simon Pegg (Benji Dunn), Rebecca Ferguson (Ilsa Faust), Henry Cavill (August Walker), Sean Harris (Solomon Lane), Angela Bassett (Erika Sloane), Alec Baldwin (Alan Hunley), Michelle Monaghan (Julia), Wes Bentley (Erik), entre outros.

Sinopse: Na nova missão, Ethan Hunt precisa recuperar uma maleta com plutônio antes que ela caia nas mãos dos Apóstolos, integrantes da rede terrorista Sindicato, liderada por Solomon Lane. Numa disputa entre IMF e CIA, impulsionada pela decisão de Hunt em salvar um antigo companheiro em detrimento da missão, Hunt é obrigado a aceitar a presença do agente da CIA August Walker, que tem métodos completamente diferentes dos seus.

 

 

7. “Deadpool 2” (US$ 735,6 milhões):

“Deadpool 2” estreou no Brasil em 17 de maio (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 110 milhões.

Direção: David Leitch.

Elenco: Ryan Reynolds (Wade Wilson / Deadpool), Morena Baccarin (Vanessa), Josh Brolin (Cable), Julian Dennison (Firefist), Zazie Beetz (  Domino), Karan Soni (Dopinder), Leslie Uggams (Al), Shioli Kutsuna (Yukio), Stefan Kapicic (voz de Colossus), entre outros.

Sinopse: O longa mostra Wade Wilson / Deadpool e Vanessa se preparando para constituir família e lidando com o medo de Wade de não ser um bom pai. Mas em pouco tempo o sonho do casal é interrompido e Deadpool se vê obrigado a enfrentar um inimigo cujas motivações são desconhecidas.

 

 

 

 

8. “Bohemian Rhapsody” (US$ 667,1 milhões):

“Bohemian Rhapsody” estreou no Brasil em 1o de novembro (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 52 milhões.

Direção: Bryan Singer (finalizado por Dexter Fletcher).

Elenco: Rami Malek (Freddie Mercury), Gwilym Lee (Brian May), Ben Hardy (Roger Taylor), Joseph Mazzello (John Deacon), Lucy Boynton (Mary Austin), Mike Myers (Ray Foster), Dermot Murphy (Bob Geldof), Aaron McCusker (Jim Hutton), entre outros.

Sinopse: O filme começa nos bastidores do Live Aid em 1985 e, em seguida, mostra em flashback a trajetória de Freddie Mercury desde os tempos de anonimato até o show beneficente organizado por Bob Geldof, passando pelos problemas com os pais, a banda, seus relacionamentos e o diagnóstico de HIV positivo.

 

 

 

9. “Homem-Formiga e a Vespa” (US$ 622,7 milhões):

“Homem-Formiga e a Vespa” estreou no Brasil em 05 de julho (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 162 milhões.

Direção: Peyton Reed.

Elenco: Paul Rudd (Scott Lang / Homem-Formiga), Evangeline Lilly (Hope Van Dyne), Michael Douglas (Dr. Hank Pym), Michelle Pfeiffer (Janet Van Dyne), Michael Peña (Luis), Laurence Fishburne (Bill Foster), Hannah John-Kamen (Ava / Fantasma), Walton Goggins       (Sonny Burch), Bobby Cannavale (Paxton), Abby Ryder Fortson             (Cassie), Judy Greer (Maggie),

entre outros.

Sinopse: O longa começa com um flashback que conta como a Vespa original, Janet Van Dyne, esposa do Dr. Hank Pym e mãe de Hope Van Dyne, desapareceu no mundo quântico. Enquanto pai e filha tentam encontrar um meio seguro para resgatar Janet, Scott está em contagem regressiva para o fim de sua prisão domiciliar, decretada após os eventos de “Capitão América: Guerra Civil”, quando violou o Tratado de Sokovia. Mas, a três dias do término da pena domiciliar e início da condicional, Scott se vê obrigado a ajudar Hank e Hope depois de receber uma mensagem de Janet. O problema é que o trio tem, além do FBI, Ava / Fantasma em seu encalço.

 

10. “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” (US$ 612,9 milhões):

“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” estreou no Brasil em 15 de novembro (Foto: Divulgação).

Orçamento (estimado): US$ 200 milhões.

Direção: David Yates.

Elenco: Eddie Redmayne (Newt Scamander), Zöe Kravitz (Leta Lestrange), Johnny Depp (Grindelwald), Kevin Guthrie (Abernathy), Jude Law (Albus Dumbledore), Wolf Roth (Spielman), Callum Turner (Theseus Scamander), Ezra Miller (Credence Barebone), entre outros.

Sinopse: Na trama, Newt Scamander é escolhido por Dumbledore, seu antigo professor em Hogwarts, para lutar contra Grindelwald, que estava sob a custódia do Congresso Mágico dos Estados Unidos. Reunindo um “exército” próprio, Grindelwald divide o mundo em duas categorias: não-mágicos e magos de sangue puro.

 

 

 

 

Leia também:

Hollywood tenta se reerguer em 2018

Mickey Mouse comemora 90 anos

‘Jurassic Park – Parque dos Dinossauros’ completa 25 anos

– ‘Vingadores: Guerra Infinita’ é a maior abertura da História

Comentários




    gl