Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

SAG Awards 2021: ‘Os 7 de Chicago’ vence o Actor principal

Produzido pela DreamWorks SKG e pela Paramount Pictures, “Os 7 de Chicago” estreou diretamente na Netflix (Foto: Divulgação).

O Sindicato dos Atores (Screen Actors Guild – SAG) divulgou na noite deste domingo, dia 04, os vencedores da 27a cerimônia de entrega do SAG Awards, que foi gravada previamente devido à pandemia de Covid-19, que ainda não está sob controle. E o grande vencedor deste ano foi “Os 7 de Chicago” (The Trial of the Chicago 7 – 2020), que levou o prêmio principal da noite, o Actor de melhor elenco, um dos termômetros do Oscar de melhor filme.

 

Dirigido e roteirizado por Aaron Sorkin, “Os 7 de Chicago”, baseado em fatos reais, colocou Michael Keaton no livro de História do SAG Awards como o primeiro ator a receber três Actors na categoria de melhor elenco. Durante muitos anos subestimado pela indústria hollywoodiana, Keaton recebeu o prêmio anteriormente por “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)” (Birdman or The Unexpected Virtue of Ignorance – 2014) e “Spotlight: Segredos Revelados” (Spotlight – 2015).

 

Concorrendo a três Actors, “A Voz Suprema do Blues” (Ma Rainey’s Black Bottom – 2020) ganhou os de melhor atriz para Viola Davis e ator para Chadwick Boseman, que faleceu em agosto do ano passado em decorrência do câncer de cólon – o longa perdeu a estatueta de elenco. Boseman também disputou o prêmio de ator coadjuvante por “Destacamento Blood” (Da 5 Bloods – 2020), mas perdeu para seu colega de elenco em “Pantera Negra” (Black Panther – 2017), Daniel Kaluuya por “Judas e o Messias Negro” (Judas and the Black Messiah – 2021).

 

Presidido por Gabrielle Carteris, atriz popularmente conhecida como a Andrea Zuckerman de “Barrados no Baile” (Beverly Hills 90210 – 1990 – 2000), o Sindicato também consagrou Yuh-jung Youn como melhor atriz coadjuvante por “Minari” (Idem – 2021, Coreia do Sul / EUA). Yuh-jung Youn entrou para a História da instituição por se tornar a primeira sul-coreana a vencer o Actor da categoria.

 

O SAG Awards deste ano não surpreendeu nos resultados das categorias destinadas ao cinema, que tinha a de atriz principal como a única mais acirrada e, portanto, difícil de fazer qualquer predição. Assim como outras instituições, o Sindicato realizou uma cerimônia repleta de títulos lançados diretamente em plataformas digitais, mesmo que inicialmente agendados para o circuito comercial, como “Os 7 de Chicago”, e pautada em representatividade, diversidade e inclusão, temas que há tempos tiram o sossego da indústria hollywoodiana, que precisa atender às novas demandas da sociedade, implementando mudanças durante a concepção dos projetos por seus realizadores e respectivos estúdios – o Oscar, por exemplo, tem duas cineastas mulheres na disputa pela estatueta de melhor direção, Chloé Zhao por “Nomadland” (Idem – 2020) e Emerald Fennell por “Bela Vingança” (Promising Young Woman – 2020). Neste sentido, temas sobre minorias ganharam mais espaço nesta temporada de premiações.

 

O SAG Awards é um dos prêmios mais cobiçados da indústria hollywoodiana por ser um dos maiores termômetros do Oscar nas categorias de atores, pois muitos membros do Sindicato também integram a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (Academy of Motion Picture Arts and Sciences – AMPAS) e têm direito a voto. Ou seja, quem vencer o Actor fica numa situação bastante confortável disputa pela estatueta dourada, cuja cerimônia será realizada em 25 de abril.

 

Confira a lista completa de vencedores:

CINEMA:

Melhor elenco:

– “Os 7 de Chicago”.

Melhor ator:

– Chadwick Boseman – “A Voz Suprema do Blues”.

Melhor atriz:

– Viola Davis – “A Voz Suprema do Blues”.

Melhor ator coadjuvante:

– Daniel Kaluuya – “Judas e o Messias Negro”.

Melhor atriz coadjuvante:

– Yuh-jung Youn – “Minari”.

Melhor equipe de dublês:

– “Mulher-Maravilha 1984” (Wonder Woman 1984 – 2020).

 

TELEVISÃO:

Melhor elenco em série de drama:

– “The Crown” (Idem – desde 2016).

Melhor elenco em série de comédia:

– “Schitt’s Creek” (Idem – 2015 – 2020).

Melhor ator em série de drama:

– Jason Bateman – “Ozark” (Idem – desde 2017).

Melhor atriz em série de drama:

– Gillian Anderson – “The Crown”.

Melhor ator em série de comédia:

– Jason Sudeikis – “Ted Lasso” (Idem – desde 2020).

Melhor atriz em série de comédia:

– Catherine O’Hara – “Schitt’s Creek.

Melhor ator em telefilme ou minissérie:

– Mark Ruffalo – “I Know This Much Is True” (Idem – 2020).

Melhor atriz em telefilme ou minissérie:

– Anya Taylor-Joy – “O Gambito da Rainha” (The Queen’s Gambit – desde 2020).

Melhor equipe de dublês em série de drama ou comédia:

– “O Mandaloriano” (The Mandalorian – desde 2019).

 

Leia também:

PGA Awards 2021: ‘Nomadland’ vence e lidera a corrida pelo Oscar de melhor filme

WGA Awards 2021: ‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’ e ‘Bela Vingança’ são os vencedores

Oscar 2021: pandemia, streaming e diversidade

Oscar 2021: ‘Mank’ lidera com 10 indicações

DGA Awards 2021: Chloé Zhao e Aaron Sorkin são indicados

BAFTA Awards 2021: ‘Nomadland’ e ‘Rocks’ lideram a disputa pelo Oscar britânico

Critics’ Choice Awards 2021: ‘Nomadland’ é o grande vencedor

Globo de Ouro 2021: ‘Nomadland’ e ‘Borat: Fita de Cinema Seguinte’ são os vencedores

SAG Awards 2021: ‘Os 7 de Chicago’, ‘Destacamento Blood’, ‘Minari’ e ‘A Voz Suprema do Blues’ lideram

Independent Spirit Awards 2021: ‘Nunca, Raramente, Às Vezes, Sempre’ é líder em indicações; ‘Bacurau’ concorre a filme internacional

Comentários

 




    gl