Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

PGA Awards 2019: ‘Green Book – O Guia’ é o vencedor

“Green Book – O Guia” recebeu cinco indicações ao Oscar 2019, incluindo melhor filme (Foto: Divulgação).

Na noite do último sábado, dia 19, o Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos (Producers Guild of America – PGA) realizou a cerimônia do PGA Awards 2019, no The Beverly Hilton Hotel em Los Angeles. E o grande vencedor da 30a edição do prêmio foi “Green Book – O Guia” (Green Book – 2018), que entra em cartaz nos cinemas brasileiros na próxima quinta-feira, dia 24.

 

Dirigido por Peter Farrelly, “Green Book – O Guia” derrotou nove concorrentes na corrida pelo prêmio principal, o The Darryl F. Zanuck Award, considerado o maior termômetro do Oscar de melhor filme. Sendo assim, o longa estrelado por Viggo Mortensen e Mahershala Ali, baseado numa história real, desponta como o título mais forte na disputa pelo Oscar, cujos indicados serão anunciados na terça-feira, dia 22.

 

A vitória de “Green Book – O Guia” acaba por enfraquecer “Roma” (Idem – 2018), produção original Netflix considerada favorita da atual temporada de premiações, na corrida pela estatueta dourada da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (Academy of Motion Picture Arts and Sciences – AMPAS), que, para indicá-la, sobretudo na categoria de melhor filme, terá de “comprar briga” com executivos de estúdios. Isto pode ser um indício de que a comunidade hollywoodiana, que sobrevive do lucro das bilheterias, não facilitará a ascensão de títulos produzidos diretamente para o streaming em suas principais instituições.

 

Seguindo a tendência da temporada, o PGA Awards de melhor animação não foi entregue a uma produção Disney, mas a um longa de super-herói, fruto da parceria entre a Marvel e a Sony Pictures, “Homem-Aranha no Aranhaverso” (Spider-Man: Into the Spider-Verse – 2018), dirigido por Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman.

 

“Won’t You Be My Neighbor?” (Idem – 2018) venceu o PGA Awards de melhor documentário de cinema. O longa é dirigido por Morgan Neville e já recebeu mais de 30 prêmios nos Estados Unidos.

 

Os homenageados deste ano com prêmios especiais este ano pelo PGA foram Kevin Feige (David O. Selznick Achievement Award in Theatrical Motion Pictures), Toby Emmerich (Milestone Award), Amy Sherman-Palladino (Norman Lear Achievement Award in Television), Jane Fonda (Stanley Kramer Award) e Kenya Barris (Visionary Award). É válido ressaltar que esta é a segunda vez que o Stanley Kramer Award, criado em 2002 e cujo homenageado é escolhido por uma comissão de nove votantes, é concedido a um profissional, não a uma produção. O primeiro a recebê-lo foi Sean Penn, em 2010.

 

Clique aqui para ver a lista completa dos vencedores nas categorias de televisão.

 

Leia também:

Critics’ Choice Awards 2019: ‘Roma’ é o grande vencedor

BAFTA 2019: ‘A Favorita’ é líder de indicações

DGA Awards 2019: Bradley Cooper em dose dupla

WGA Awards 2019: confira a lista de indicados

Globo de Ouro 2019: ‘Bohemian Rhapsody’ e ‘Green Book: O Guia’ são os vencedores

SAG Awards 2019: ‘Nasce Uma Estrela” é líder de indicações

Comentários

 




    gl