Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Mulher-Maravilha 1984’: Chris Pine é confirmado no elenco

Na última quarta-feira, dia 13, a diretora Patty Jenkins postou uma foto em sua conta oficial no Twitter do ator Chris Pine no set de “Mulher-Maravilha 1984” (Wonder Woman 1984 – 2019) com a legenda “Bem-vindo a Mulher-Maravilha 1984, Steve Trevor! #WW84”. A DC e a Warner também divulgaram uma imagem de Gal Gadot (Diana Prince / Mulher-Maravilha) no set do longa, observando diversos televisores.

 

O post de Jenkins surpreendeu a todos por mostrar o personagem Steve Trevor (Pine), espião no período da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1919) dado como morto no final de “Mulher-Maravilha” (Wonder Woman – 2017), nos anos 1980.

 

Gal Gadot na primeira imagem como Diana Prince em “Mulher-Maravilha 1984” (Foto: Divulgação).

 

Apesar da divulgação das duas imagens, o estúdio não deu nenhum detalhe sobre “Mulher-Maravilha 1984”. Sabe-se apenas que ele será ambientado no período da Guerra Fria e que Diana terá de enfrentar a vilã Cheetah, a Mulher-Leopardo, interpretada por Kristen Wiig. Ou seja, o filme não terá ligação com outras produções do Universo Cinematográfico da DC, como “Liga da Justiça” (Justice League – 2017), por exemplo.

 

Previsto para estrear nos cinemas brasileiros em 31 de outubro de 2019, “Mulher-Maravilha 1984” tem roteiro de Jenkins, Dave Callaham e Geoff Johns, que deixou a presidência e a direção criativa da DC/Warner no início desta semana para assumir novos projetos, entre eles, “Tropa dos Lanternas Verdes” (Green Lantern Corps).

 

Também na última quarta-feira, dia 13, a DC/Warner anunciou que Joaquin Phoenix interpretará Coringa num filme solo sobre a origem do vilão, um dos maiores inimigos do Batman. Dirigido por Todd Philips, o longa ainda não tem título nem data de lançamento definidos e é considerado de baixo orçamento, custando US$ 55 milhões aos cofres do estúdio.

 

No entanto, de acordo com o The Hollywood Reporter, o novo filme não representa a substituição de Jared Leto, que interpretou o personagem em “Esquadrão Suicida” (Suicide Squad – 2016), pois é a primeira produção de um projeto que deverá ser chamado de “DC Dark” ou “DC Black”, que não tem ligação com os outros títulos da DC/Warner.

 

Leia também:

Nova substituição na DC

Comentários




    gl