Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

‘Mama Colonel’: documentário entra em cartaz na quinta

“Mama Colonel” foi exibido na Mostra Fórum na 67a edição do Festival de Berlim (Foto: Divulgação).

Exibido na Mostra Fórum na 67a edição do Festival de Berlim, “Mama Colonel” (Idem – 2017) entra em cartaz nesta quinta-feira, dia 07, em salas do Rio de Janeiro, São Paulo, Maceió e Florianópolis.

 

Com direção de Dieudo Hamadi, o documentário mostra a situação de mulheres e crianças na República Democrática do Congo, sobrevivendo num cenário de extrema pobreza e em meio à barbárie originada não apenas pela violência sexual, como também pela ignorância que aponta crianças, inclusive bebês, como feiticeiros. O rótulo de bruxaria ocasiona uma série de abusos contra os menores, desde agressões físicas até o abandono por suas famílias, pois parte da população os culpa por epidemias e pobreza. Isto é apresentado ao público sob a ótica da Coronel Honorine, policial que luta para ajudar a população de Kisangani, que ainda precisa lidar com as feridas sociais deixadas pela Guerra dos Seis Dias, conflito entre ugandenses e ruandeses em junho de 2000, que integrou a chamada Segunda Guerra do Congo (1998 – 2003).

 

“Mama Colonel” é uma produção objetiva que trabalha com cuidado as histórias que se propõe a contar, principalmente no que tange à segregação imposta pelas vítimas da guerra, divididas em dois grupos distintos: o de mutilados pelo conflito e o de mulheres que foram violentadas na frente dos maridos, posteriormente assassinados, e tiveram suas filhas raptadas. Abandonadas à própria sorte e sonhando com o reencontro, suas mães contam apenas com a Coronel Honorine, respeitada pelos locais como uma espécie de salvadora num país que nada faz pelo seu povo.

 

No fim das contas, “Mama Colonel” é um documentário sobre a força e determinação de uma mulher que precisa conciliar a vida doméstica com a profissão que lhe coloca numa realidade dura que tem o abandono e a barbárie como principais elementos, mas sem nenhuma perspectiva de melhora e/ou ajuda.

 

Assista ao trailer oficial legendado:

Comentários




    gl