Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

Madonna confirma cinebiografia

Madonna em cena de “Quem é Essa Garota?” (Who’s That Girl – 1987), de James Foley (Foto: Divulgação).

Após meses dando indícios em suas redes sociais, a cantora Madonna confirmou nesta terça-feira, dia 15, que está trabalhando em sua cinebiografia ao lado da roteirista Diablo Cody, vencedora do Oscar de melhor roteiro original por “Juno” (Idem – 2007). Produzido pela Universal Pictures, o longa-metragem será dirigido pela própria Madonna, que também assume as funções de roteirista e produtora-executiva.

 

“Quero transmitir a incrível jornada que a vida me levou como artista, música, dançarina – um ser humano tentando abrir seu caminho neste mundo. O foco desse filme sempre será a música”, afirmou Madonna em comunicado oficial. “Existem tantas histórias inspiradoras e não contadas, e quem melhor para contá-las do que eu. É essencial compartilhar a montanha-russa da minha vida com a minha voz e visão”, complementou a cantora.

 

Desde os anos 1980, Madonna se aventura no cinema, trabalhando como atriz em filmes como “Procura-se Susan Desesperadamente” (Desperately Seeking Susan – 1985), “Quem é esta Garota!” (Who’s That Girl – 1987), “Dick Tracy” (idem – 1990), “Uma Equipe Muito Especial” (A League of Their Own – 1992) e “Evita” (Idem – 1996), que lhe rendeu o Globo de Ouro de melhor atriz em filme de comédia / musical. Como diretora, Madonna tem três títulos em sua filmografia, os longas “Sujos e Sábios” (Filth and Wisdom – 2008) e “W.E.: O Romance do Século” (W.E. – 2011), e o curta “Secret Project Revolution” (Idem – 2013).

 

“Este filme é um trabalho de amor absoluto para mim. Conheço a Madonna desde que fizemos ‘Uma Equipe Muito Especial’ juntas, e não consigo imaginar nada mais emocionante do que colaborar com ela e Diablo, trazendo sua história real para a tela grande”, disse a produtora Amy Pascal em comunicado à imprensa.

 

De temperamento forte, Madonna é um dos grandes ícones da cultura pop, responsável por quebrar inúmeras barreiras dentro da indústria do entretenimento. Tendo polêmica como sobrenome, a cantora pavimentou o caminho para diversas mulheres no showbusiness, sacudindo-o de maneira inigualável, sobretudo nas décadas de 1980 e 1990.

 

Ainda sem título e data de lançamento definidos, a cinebiografia de Madonna é anunciada num momento em que o filão alcança enorme sucesso graças aos oscarizados “Bohemian Rhapsody” (Idem – 2018) e “Rocketman” (Idem – 2019), que contam as trajetórias de Freddie Mercury e Elton John, respectivamente.

 

Leia também:

Crítica – ‘Rocketman’: Taron Egerton surpreende como Elton John

Crítica – ‘Bohemian Rhapsody’ não faz jus a Freddie Mercury

 

Comentários

 




    gl