Ana Carolina Garcia. Foto: SRzd

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

ACCRJ elege ‘Assassinos da Lua das Flores’ o melhor filme de 2023

“Assassinos da Lua das Flores” é dirigido por Martin Scorsese (Foto: Divulgação / Crédito: AppleTV+).

Na última quinta-feira (18), a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ) divulgou o resultado da votação dos melhores filmes de 2023. E “Assassinos da Lua das Flores” (Killers of the Flower Moon – 2023, EUA), de Martin Scorsese, foi eleito o melhor longa-metragem de 2023 pelos críticos cariocas.

 

Baseado no livro “Assassinos da Lua das Flores: Petróleo, Morte e a Origem do FBI”, de David Grann, o longa é ambientado nos anos 1920 e conta a história da série de assassinatos que tinha como objetivo dizimar a tribo Osage, proprietária de terras ricas em petróleo, chamando a atenção do Bureau of Investigation (BOI), que, mais tarde, passaria a se chamar Federal Bureau of Investigation (FBI). Produzido pelo Apple Studios em parceria com a Sikelia Productions, Imperative Entertainment e Appian Way, “Assassinos da Lua das Flores” é um dos títulos mais badalados da atual temporada de premiações americana e tem chances reais de chegar ao Oscar 2024 – os indicados serão anunciados na próxima terça-feira, dia 23.

 

Primeira associação de críticos formalizada do Brasil, a ACCRJ também anunciou homenagens póstumas à Léa Garcia (atriz), José Celso Martinez Corrêa (ator, diretor e dramaturgo), Burt Bacharach (compositor) e a Michel Ciment (crítico de cinema). Além disso, elegeu o documentário “Nelson Pereira dos Santos – Vida de Cinema” (Nelson Pereira dos Santos – Vida de Cinema – 2023, Brasil), de Aída Marques e Ivelise Ferreira, como a melhor Iniciativa Cinematográfica de 2023.

 

Celebrando seu 40o aniversário, a ACCRJ anunciou, ainda, a reeleição de sua diretoria para o biênio 2024 – 2025, formada por Ricardo Largman (presidente), Ana Carolina Garcia (vice-presidente), Ana Rodrigues (secretária-geral) e Mario Abbade (tesoureiro).

 

Assim como nos anos anteriores, a Associação divulgou os outros nove títulos que completam sua lista de melhores produções de 2023 em ordem alfabética. São eles:

 

– “A Baleia (The Whale – 2022, EUA), de Darren Aronofsky;

– “Decisão de Partir” (Heojil kyolshim – 2022, Coreia do Sul), de Park Chan-wook;

– “Os Banshees de Inisherin” (The Banshees of Inisherin – 2022, Reino Unido / EUA / Irlanda), de Martin McDonagh;

– “Os Fabelmans” (The Fabelmans – 2022, EUA / Índia), de Steven Spielberg;

– “Oppenheimer” (Oppenheimer – 2023, EUA / Reino Unido), de Christopher Nolan;

– “Pearl” (Pearl – 2022, EUA / Canadá / Nova Zelândia), de Ti West;

– “Retratos Fantasmas” (Retratos Fantasmas – 2023, Brasil), de Kleber Mendonça Filho;

– “Tár” (Tár – 2022, EUA), de Todd Field;

– “Triângulo da tristeza” (Triangle of Sadness – 2022, Reino Unido / Suécia / Alemanha / México / França / Turquia / Dinamarca / EUA / Suíça / Grécia), de Ruben Östlund.

 

Leia também:

Top 10: as maiores bilheterias de 2023

Top 10: os melhores filmes de 2023

Top 10: os melhores filmes das plataformas de streaming em 2023

Comentários

 




    gl