Ana Carolina Garcia. Foto: SRZD

Ana Carolina Garcia

Jornalista formada pela Universidade Estácio de Sá, onde também concluiu sua pós-graduação em Jornalismo Cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro, "A Fantástica Fábrica de Filmes - Como Hollywood se Tornou a Capital Mundial do Cinema", da Editora Senac Rio.

9o Olhar de Cinema de Curitiba: ‘Entre Nós Talvez Estejam Multidões’

“Entre Nós Talvez Existam Multidões” é um dos selecionados para a Mostra Competitiva do Olhar de Cinema de Curitiba 2020 (Foto: Divulgação).

Selecionado para a Mostra Competitiva da 9a edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema de Curitiba, “Entre Nós Talvez Estejam Multidões” (2020) leva às telas uma discussão social por meio dos moradores da ocupação Eliana Silva, em Belo Horizonte. Dirigido e roteirizado por Aiano Bemfica e Pedro Maia de Brito, o documentário começa no conturbado período que antecedeu as eleições de 2018.

 

Com pouco mais de uma hora e meia de duração, “Entre Nós Talvez Estejam Multidões” busca a imparcialidade no que tange à questão política, cada vez mais polarizada no Brasil, tecendo críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, afirmando que nenhum cenário oriundo das urnas seria favorável aos direitos da população. No entanto, em seu terço final, o longa fortalece o discurso contra o presidente, principalmente no que diz respeito a comentários polêmicos.

 

Optando por utilizar a câmera fixa na maioria das cenas, o documentário não foca em apenas um morador da ocupação para mostrar à plateia a pluralidade local. Com isso, o espectador é apresentado a pessoas de personalidades distintas, como uma senhora que se define como barraqueira, atribuindo isto às pancadas da vida e à falta de orientação durante sua infância e juventude; como também à idosa que destaca a importância da família e de um teto próprio para o indivíduo, afirmando que a solidariedade pode ser um antídoto a algumas mazelas sociais, entre elas, a fome.

 

Contando com cenas ocasionais de música e dança, “Entre Nós Talvez Estejam Multidões” se desenvolve lentamente para ambientar o espectador, o que pode parecer cansativo para parte do público. Tecnicamente irregular, o documentário tem em sua essência a mensagem acerca da necessidade de união para que a luta contra a desigualdade social possa ser encarada de frente, permitindo que todos sejam respeitados como seres humanos, independentemente de raça, gênero e conta bancária.

 

*A 9a edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema de Curitiba terminou na última quinta-feira, dia 15, mas os filmes premiados serão disponibilizados por 24 horas nesta sexta-feira, dia 16, no site oficial do evento. Ao comprar o ingresso para um longa-metragem, o espectador também poderá assistir aos quatro curtas premiados pelo evento.

Comentários

 




    gl