Cheryl Berno. Foto: Acervo pessoal

Cheryl Berno

Advogada, Consultora, Palestrante e Professora. Especialista em direito empresarial, tributário, compliance e Sistema S. Sócia da Berno Sociedade de Advocacia. Mestre em Direito Econômico e Social pela PUCPR, Pós-Graduada em Direito Tributário e Processual Tributário e em Direito Comunitário e do Mercosul, Professora de Pós-Graduação em Direito e Negócios da FGV e da A Vez do Mestre Cândido Mendes. Conselheira da Associação Comercial do Estado do Rio de Janeiro.

2021 só será diferente se você fizer diferente

Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019. Foto: Divulgação

“É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar.  E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo…” (Paulo Freire, educador)

2020 foi um ano inusitado, difícil, tudo novo para todo mundo. Ninguém da nossa geração tinha vivido algo assim. Quem imaginava que um simples vírus ia parar o mundo? Passamos a dar mais importância para a ciência, a valorizar mais a pesquisa, os abraços e estamos chegando ao final do ano na expectativa de poder tomar a vacina que nos dará a oportunidade de sermos livres de novo, para podermos nos abraçar e comemorar. Mas, como é comum, chegando ao final dos 365 dias, na véspera do novo ano, nos despedimos desse tempo com expectativas do que virá.

Depositamos todas as fichas, acreditamos, renovamos as esperança, em uma tentativa de de que a uma simples virada da folhinha no calendário mude tudo. O novo ano é a continuação da vida e se tem uma coisa que aprendemos, foi valorizar a vida, a saúde! Só o fato de estarmos vivos já nos dá motivos para comemorarmos a chegada até aqui. Oficialmente 200 mil brasileiros perderam a vida para a tal “gripezinha”, sem contar os não contabilizados, que se foram deste mal sem ao menos um certificado do fato real da partida. Fora os que morreram porque não puderam se cuidar nesse ano de outras doenças, ou os que morreram mesmo de fome ou desgosto pela situação caótica. Se você está lendo essa reflexão é porque você já é um vitorioso, porque bem ou mal, está vivo. Estamos reclamando, com muita razão, porque tem muita coisa errada mesmo, mas fato é que estamos aqui exatamente para mudar esta história.

Virar mais um ano, não pode significar meras palavras da boca para fora. O papel aceita tudo, o “zap” e as redes sociais então, nem se fala. Para que o novo ano seja de fato um tempo diferente precisamos fazer diferente. Depende de nós tudo aquilo que escrevemos, falamos e desejamos. É preciso que cada um faça a sua parte. É preciso que todo mundo exija das autoridades públicas melhores administrações – impostos pagamos para isto (que em 2021 seja pelo menos mais fácil pagar os tributos). Nunca se viu tão claramente para que serve a coisa pública, o SUS – Sistema Único de Saúde, as escolas e as universidades. Foram as pesquisas e as ações públicas que salvaram vidas e nos dão esperança de dias melhores.

Precisamos nos unir em torno da solução. Nunca ficou tão claro que somos seres sociais e dependemos um do outro, que o seu voto influencia a minha vida também. Para o vírus morrer bastava que todos colaborassem e se isolassem – até os deputados e senadores fizeram a sua parte e aprovaram um auxílio socialista inédito. Mas, mesmo assim tem gente que se recusa a usar máscara e está aí nas festas, botecos e baladas, fortalecendo a corrente do vírus, que assim, pelo visto, também passa para 2021. Desse jeito, com vírus e sem vacina, fica difícil – não há reza que resolva. Com esta política, só desejar não resolve. É preciso discutir política sim, entender que da política depende a vida – que são as políticas que influenciam tudo.

Precisamos ler mais, conversar e discutir, para daí, do bom debate, crescermos como povo para aí sim fazermos um novo tempo diferente. Você promete fazer a sua parte para 2021 ser diferente para todo mundo? Estamos juntos para mudar, ainda que por enquanto à distância, para fazermos de 2021 de fato um novo ano. Força, fé e foco na virada!

 

 

 

Comentários

 




    gl