Protesto, originalidade e boa evolução são destaques do desfile da Tucuruvi

Desfile 2019 da Acadêmicos do Tucuruvi. Foto: SRzd – Cláudio L. Costa

A primeira noite de desfile do Carnaval 2019 em São Paulo neste sábado (2), no sambódromo do Anhembi, chegou ao meio com a apresentação da Acadêmicos do Tucuruvi.

Depois de ter ficado de fora do concurso no ano passado, por ter tido suas fantasias destruídas por um incêndio faltando poucas semanas para o Carnaval, a agremiação chegou na pista para contar o enredo; “Liberdade. O canto retumbante de um povo heroico”. Protestou, foi original e cumpriu com boa técnica seu papel na pista.

+ galeria de fotos do desfile da Tucuruvi

+ vídeo: largada do desfile 2019 da Tucuruvi

Presidente
Seo Jamil

Carnavalesco
Dione Leite

Intérprete
Leonardo Bessa

Coreógrafo de comissão de frente
André Oliveira

1º casal de MSPB
Kawan e Waleska

Mestre de bateria
Guma

Rainha de bateria
Cintia Mello

Gaúcho da cidade de Pelotas e residente em São Paulo há 12 anos, Dione Leite estreou como carnavalesco da escola.

Sua carreira nas artes não se resume apenas ao Carnaval. Assinou trabalhos de cenografia em musicais e peças de teatro. Em 2017 produziu, para o Cirque du Soleil, uma linha exclusiva de máscaras do espetáculo “Amaluna”, que percorreu o Brasil.

Nos últimos cinco anos, foi integrante da comissão de Carnaval da Dragões da Real, e agora chega para substituir, em voo solo, Flávio Campello, de breve passagem na Tucuruvi.

Para seu momento mais importante na folia, Leite escolheu um tema de cunho social, passando pela Inconfidência Mineira e as diversas manifestações do povo brasileiro em diferentes momentos da história.

Em suas criações, primou pela originalidade, boas ideias, muitas cores e simplicidade nos acabamentos. Nos carros, destaque para os figurantes, atração maior de boa parte das alegorias.

+ assista vídeo explicativo do enredo:

Por mais uma temporada, a diretoria da Acadêmicos do Tucuruvi promoveu uma série de mexidas em peças importantes de seu elenco.

A coreógrafa Mônica Oliveira foi substituída por um “prata da casa”, André Oliveira, assumindo a comissão de frente.

Com passagens pelo Arranco do Engenho de Dentro, São Clemente e Acadêmicos do Salgueiro, o carioca Leonardo Bessa ocupou o lugar do intérprete oficial Alex Soares, desligado após três temporadas na função e vencedor do Prêmio SRzd Carnaval SP 2016 na categoria Revelação.

Mantidos, pelo terceiro ano seguido, os jovens Kawan Alcides e Waleska Gomes, como o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, e o mestre de bateria Guma Sena.

O samba deste ano, encomendado, tem como autores a mesma quantidade de pessoas de um time de futebol; incríveis 11 integrantes, a saber: Fábio Jelleya, Igor Soró, Henrique Barba, Tim Peixoto, JC Castilho, Leandro Augusto, Edu Borel, Brunão Govetri, Marcelo Nunes, Newtinho e Leonardo Bessa.

Dentro de campo, ou melhor, na Avenida, a obra deu conta do recado e contribuiu com bons momentos do conjunto, sendo acompanhada pela maior parte dos componentes. No jogo, repetiu a técnica equilibrada de desfile que marcou seus últimos Carnavais e teve uma evolução praticamente perfeita, exceto uma pequena aceleração ao fim para encerrar sua apresentação dentro do tempo regulamentar, em cima da marca, aos 65 minutos.

+ galerias de foto

+ comissão de frente

+ primeiro casal de MSPB

+ alegorias

+ veja o desempenho da escola nos últimos cinco anos

A partir das 14h30 da próxima terça-feira (5), o portal SRzd transmite ao vivo, em parceria com a Rádio Trianon AM 740, a apuração dos desfiles das escolas de samba do Carnaval de São Paulo 2019.

Pelo oitavo ano consecutivo os destaques dos desfiles das escolas de samba da cidade de São Paulo receberão troféu exclusivo, oferecido pelo portal SRzd.

Voto popular e análise da equipe SRzd, que acompanha os bastidores das escolas de samba durante todo o ano; a somatória destes dois levantamentos vai determinar o resultado do Prêmio SRzd Carnaval SP 2019, ação que valoriza a cultura do samba na capital paulista e seus protagonistas. Em caso de empate, prevalece sempre o voto dos profissionais do SRzd.

A votação popular, que estará disponível através de enquete na página da editoria do Carnaval de São Paulo no SRzd, será aberta após o final do último desfile dos Grupos Especial e de Acesso 1. O resultado será divulgado na terça-feira (5), antes da apuração oficial pela Liga Independente das Escolas de Samba. Clique aqui e conheça todas as categorias.

+ confira a ordem completa de desfiles no Anhembi

Grupo Especial

+ Sexta-feira, 1 de março

1ª – 23h15 – Colorado do Brás
2ª – 0h25 – Império de Casa Verde
3ª – 1h35 – Mancha Verde
4ª – 2h45 – Acadêmicos do Tucuruvi
5ª – 3h55 – Acadêmicos do Tatuapé
6ª – 5h05 – X-9 Paulistana
7ª – 6h15 – Tom Maior

+ Sábado, 2 de março

1ª – 22h30 – Águia de Ouro
2ª – 23h20 – Dragões da Real
3ª – 0h30 – Mocidade Alegre
4ª – 1h40 – Vai-Vai
5ª – 2h50 – Rosas de Ouro
6ª – 4h00 – Unidos de Vila Maria
7ª – 5h10 – Gaviões da Fiel

Grupo de Acesso 1

+ Domingo, 3 de março

1ª – 21h – Mocidade Unida da Mooca
2ª – 22h – Independente Tricolor
3ª – 23h – Barroca Zona Sul
4ª – 0h – Nenê de Vila Matilde
5ª – 1h – Leandro de Itaquera
6ª – 2h – Camisa Verde e Branco
7ª – 3h – Unidos do Peruche
8ª – 4h – Pérola Negra

Grupo de Acesso 2

+ Segunda-feira, 4 de março

1ª – 20h – Primeira da Cidade Líder
2ª – 20h50 – Amizade Zona Leste
3ª – 21h40 – Torcida Jovem
4ª – 22h30 – Estrela do Terceiro Milênio
5ª – 23h20 – Unidos de Santa Bárbara
6ª – 0h10 – Tradição Albertinense
7ª – 1h – Uirapuru da Mooca
8ª – 1h50 – Imperador do Ipiranga
9ª – 2h40 – Camisa 12
10ª – 3h30 – Combinados de Sapopemba
11ª – 4h20 – Dom Bosco
12ª – 5h10 – Morro da Casa Verde

+ veja os preços dos ingressos para todos os dias e setores de desfile em SP

Vinho Chapinha. Foto: Divulgação

Comentários




    gl