Solange Cruz comenta impacto do adiamento dos desfiles entre profissionais e componentes

Solange Cruz. Foto: SRzd – Fausto D'Império

Solange Cruz. Foto: SRzd – Fausto D’Império

Filha do saudoso Carlos Augusto Cruz Bichara, um dos fundadores da agremiação, Solange Cruz Bichara Rezende dirige a Mocidade Alegre desde 2003. Sob sua gestão, a entidade conquistou seis dos dez títulos no Grupo Especial de São Paulo.

Na última sexta-feira (21), SRzd esteve presente no ensaio de rua da “Morada do Samba” e conversou sua presidente para falar sobre o impacto da decisão conjunta dos chefes dos Executivos municipais do Rio de Janeiro e de São Paulo em adiar os desfiles das escolas de samba das duas cidades para o feriado de Tiradentes, em 21 de abril.

O medo dos componentes com a alta de casos da Covid-19

A dirigente declarou que os componentes estavam com medo de frequentar os ensaios devido a alta de número de casos da Covid-19. Ela acredita que o adiamento pode favorecer a escola neste momento.

Um novo normal

Solange Cruz disse que gostaria sim de desfilar em fevereiro, mas que as apresentações ficariam prejudicadas caso fossem em sua data original, por isso, ela acredita que agora é hora de se reinventar para o Carnaval em abril.

Mocidade Alegre na Festa de Lançamento do CD do Carnaval de São Paulo 2022. Foto: SRzd/Cesar R. Santos
Mocidade Alegre na Festa de Lançamento do CD do Carnaval de São Paulo 2022. Foto: SRzd/Cesar R. Santos

Como pagar os profissionais do Carnaval?

Um tema que deixa os sambistas aflitos é o impacto do adiamento para os profissionais envolvidos na produção da folia. Para a “Leoa do Samba”, uma das saídas seria a conclusão do projeto ainda em fevereiro, com a retomada dos trabalhos apenas nas vésperas do desfile, poupando assim o custo de salários e alimentação.

Solange Cruz avalia ensaio de rua

A Mocidade iniciou sua temporada de ensaios de rua no dia 3 de dezembro. Os treinos da comunidade pelo bairro do Limão acontecem sempre às sextas-feiras. Para a presidente, o último ensaio foi positivo e os componentes têm comparecido até mais do que nos ensaios de quadra, justamente por ser um evento realizado ao ar livre.

Carnaval 2022 da Mocidade Alegre

Neste ano, a verde, vermelha e branca vai ser a terceira a desfilar pelo Grupo Especial de São Paulo, no sábado, 23 de abril, com o enredo “Quelémentina cadê você?”. O tema será desenvolvido pelo carnavalesco Edson Pereira.

Márcio André, Fabiano Sorriso, China da Morada, Marquinho, Biel, Lucas Donato, Daniel Katar, Bello e Marcelo Valencia, são os compositores responsáveis pela trilha sonora do tema. Clique aqui para ouvir o samba.

Leia também:

+ Rafeal Falanga sugere desfiles em fevereiro e diz: ‘cheiro de clorofila’

+ ‘Não façam mais essa covardia’, diz André Diniz sobre desfiles de Rio e SP nos mesmos dias

+ Carlos Junior detona conflito de datas dos desfiles do Rio e SP: ‘Inconsequente’

Comentários

 




    gl