Carnaval/SP

Raio X dos casais de MSPB: X-9 Paulistana, Tom Maior e Águia de Ouro

Raio X dos casais. Arte: Fausto Bueno

Ednei Mariano traz novo texto em sua coluna no portal SRzd.

As publicações são semanais, sempre às sextas-feiras, na página principal da editoria do Carnaval de São Paulo. Leia, comente e compartilhe!

Até o Carnaval 2019, você acompanha as análises dos primeiros casais de mestre-sala e porta-bandeira que vão defender a nota no sambódromo do Anhembi.

X-9 Paulistana, Tom Maior e Águia de Ouro

Marcos Eduardo da Costa e Lys Grooters.

Estão juntos há dois meses, mas pelo entrosamento na dança, parece que já estão há muito tempo como dupla.

Marquinhos nasceu em julho de 1987, pai do Miguel Antônio, de 1 ano e quatro meses de idade, casado com a bailarina Larrissa Costa e torcedor do Santos Futebol Clube. Curte muito um futsal e é filho do casal apaixonado por samba; Conceição Aparecida e Marcos Tadeu, irmão de Clara e Virginia, que é também é porta-bandeira.

Marcos começou a dançar em 1995 e já defendeu, como primeiro, a Unidos de São Lucas, Morro da Casa Verde, Prova de Fogo, Vale Encantado, Explosão da Zona Norte, Império de Casa Verde e, nos anos de 2017 e 18, a Sociedade Rosas de Ouro.

Como personalidade do samba citou os irmãos Renato e Fabiola Trindade, casal super respeitado com uma trajetória rica em nossa dança, acumulando grandes prêmios e uma vasta coleção de notas máximas. Tem admiração pela dança de João Carlos, do Águia de Ouro, e Adriana Gomes, da Mancha Verde. No Rio sua preferência é por Marcela, do Salgueiro, e Rafael, da Vila Isabel.

O prato predileto do nosso mestre é carne moída com molho e batata frita. Tem o sonho de conhecer a cidade de Blackpool, na Inglaterra, devido ao campeonato de dança lá realizado anualmente. Tudo a ver com a área dele, já que é campeão em diversas categorias de dança esportiva, tendo representado o Brasil em competições internacionais. Foi esta carreira de sucesso que o levou a ser técnico de dança, por dois anos, do programa Dancing Brasil.

Perguntamos o que o deixa irritado, e ele nos respondeu: a negatividade. Nota máxima no último Carnaval pela Rosas de Ouro, está cheio de expectativa e se preparando para um bom resultado ao lado de Lys Grooters, que dançando com Daniel Vitro, garantiu a nota máxima para a X no desfile de 2018.

A primeira-dama da escola da Parada Inglesa nasceu na cidade de Santos, veio decidida a conquistar Sampa, e desde então, vem acumulando belos resultados.

Bem jovem integrou o quadro de casais da Águia de Ouro, onde permaneceu por vários anos. Empenho e dedicação a levaram a ser primeira na Dragões da Real. Por lá também acumulou uma série positiva de notas 10. Há três anos está em defesa do pavilhão xisnoveano.

Hoje moradora na nossa cidade, filha da grande sambista e sua maior incentivadora, Leda Groters, nossa dama já defendeu com honra a União Imperial, sua escola na baixada santista. Em meio a uma rotina de trabalhos no ramo empresarial e muitos ensaios, vem Lys cheia de confiança e crédito para esta nova parceria, onde espera que a consequência seja a nota máxima em 2019.

A experiência e convivência familiar fizeram de Jairo e Simone um dos casais mais tracionais em dança, conseguindo o respeito da classe, sempre com uma dança descontraída, leve e fortalecida nos passos do minueto. Esses são os destaques do bailado desta dupla, que na vida social, são marido e mulher. A alegria reina no olhar e no proceder destes nossos artistas.

Jairo da Silva, nascido em 1969 sob o signo de peixes, tem no futebol seu esporte favorito e o Coringão como o time do coração. Começou em nossa arte em 1990 e como primeiro já defendeu as cores da Unidos do Peruche, Pérola Negra e Império de Casa Verde.

Fernando Penteado, Embaixador Mestre do Samba Paulistano, historiador, compositor e atual diretor de harmonia da Vai-Vai é para ele a personalidade do samba. Seu livro predileto é a Bíblia Sagrada. Um filme que recomenda “Um dia depois do amanhã”, e o que tira nosso mestre do prumo é fofoca. Em compensação o que o deixa feliz é todo tipo de salada e toda a variedade de peixe.

Uma referência de dança aqui em Sampa é o mestre-sala Jorginho, um dos fundadores da Amespbeesp e exímio dançarino e mestre-sala da Rosas de Ouro, falecido precocemente em 1996. No Rio apontou Rafael, da Vila Isabel, e Thiaguinho da Imperatriz. Como porta-bandeira na capital do samba, Selminha Sorriso.

Jairão é pai da dançarina profissional e modelo Pâmella Gomes e do garotão Kaique Gomes. Seus filhos seu tesouro, é o que ele sempre diz. Jairo é Gerente de Vendas e mora na Zona Oeste da capital.

Simone Gomes começou a dançar em 1988. Tem como personalidade do samba Vilma Nascimento, uma das deusas da passarela carioca, cantada em verso e prosa por grandes compositores e com o nome gravado em livros sobre a nossa arte.

Na literatura espírita estão seus livros favoritos, dentre eles, os psicografados por Zibia Gaspareto. O filme que marcou sua vida foi “Ghost, do outro lado da vida”. O que a deixa irritada é a falsidade. Risoto de frango, carne e camarão são pratos que não rejeita.

Foi primeira dama nas escolas de samba Pérola Negra e Império de Casa Verde. Uma referência em dança aqui é Janny Moreno, no Rio, o casal Selminha e Claudinho, da Beija Flor. Trabalha como Secretária e tem sonho de conhecer Dubai, nos Emirados Árabes. Sua cor favorita é o amarelo e o desfile que marcou em sua vida foi o de 2012.

Filha amada da renomada sambista Maria José Gomes, a “Duda”, Simone está completando 25 anos dançando na Tom Maior. Sua religião é a Católica Apostólica Romana. Para curtir mais este casal é ver no Anhembi o show que estão programando para fechar a primeira noite de desfile em favor da Tom Maior.

A segunda noite do Especial será aberta em grande estilo com nossa dança bem representada pelo talento de João Carlos e Ana Reis, respeitáveis na dança e postura.

João tem levado para fora do Brasil a nossa arte através de cursos e palestras. Ana é uma das técnicas mais procuradas na preparação de casais em busca da nota máxima. Juntos, com muita leveza e positividade, vão buscar garantir a nota máxima, a mesma conquistada no desfile de 2018, onde ajudaram a escola da Pompéia a voltar ao grupo de elite.

João Carlos Camargo, nascido em 1983 no município de Diadema sob o signo de libra, gosta de malhar.

Começou a desfilar em 1990. Este corintiano já defendeu como primeiro a Império de Casa Verde e a X-9 Paulistana.

Dona China, que foi destaque e porta-bandeira no Vai-Vai e Acadêmicos do Tatuapé, e se tornou imortal pelos seus feitos em favor da nossa arte, é para João a personalidade do samba de Sampa.

Sua escola no Rio é o Salgueiro. Um filme que recomenda é “Pantera Negra”. Uma de suas paixões é o cinema, na literatura, leitura só para estudar. No Rio de Janeiro aprecia os trabalhos de Julinho, da Viradouro, e Marcela, do Salgueiro. Os pratos prediletos são lasanha de berinjela e arroz à grega. Nosso mestre é um viajante e em todo momento de folga está pronto para conhecer novas cidades. O que irrita João é “falta de respeito”.

Ana Paula Reis, mãe do lindo casal Ana Carolina e Jorge, começou a dançar menina, no ano de 1991, como porta-estandarte no Bloco Flor de Liz, criado pelos irmãos Diley e Robson Oliveira, para a alegria do bairro de Vila Santa Catarina, que uniu ainda mais a família de sambistas.

Ana recomenda o filme “Extraordinário” e o livro “Milagre da Manhã”. Já o que tira nossa dama do sério é a injustiça. Um prato que não rejeita é o baião de dois. Escolas que já desfilou: Acadêmicos do Tucuruvi, X-9 Paulistana e Sociedade Rosas de Ouro.

Ela nos disse que tem muitas referências no samba, principalmente damas dos anos 90, mas atualmente, ela admira o trabalho de Karina Zamparolli, da Mocidade Alegre. No Rio, elege Lucinha Nobre e Cris Caldas. Sua profissão é administradora e gostaria de conhecer a Grécia. A cor favorita, é o azul.

Rosângela Oliveira, a Nenê, bela dama das nossas passarelas nos anos 80 e 90 em defesa da Rosas de Ouro, X-9 e Camisa Verde e Branco, que nos deixou ainda jovem, é sua personalidade do samba. Filha dos sambistas Benê e Sônia, está com seu amigo e parceiro em treinos forte para fazer bonito na pista e ajudar a Águia da Pompéia em voos maiores.

Comentários




    gl