Carnaval/SP

Raio X dos casais de MSPB: Uirapuru da Mooca e Imperador do Ipiranga

Análise dos casais de MSPB 2019. Arte: Fausto Bueno

Ednei Mariano traz novo texto em sua coluna no portal SRzd.

As publicações são semanais, sempre às sextas-feiras, na página principal da editoria do Carnaval de São Paulo. Leia, comente e compartilhe!

Até o Carnaval 2019, você acompanha as análises dos primeiros casais de mestre-sala e porta-bandeira que vão defender a nota no sambódromo do Anhembi.

Uirapuru da Mooca e Imperador do Ipiranga

Nas primeiras horas do dia 5 de março de 2019 entra na pista pelo Grupo de Acesso 2 a sétima escola da noite: Em azul e amarelo, a Uirapuru da Mooca! Deste bairro paulistano carregado no sotaque e cultura italiana.

Pelo segundo ano consecutivo, defendendo e ostentando o pavilhão principal; Fabiano de Souza Cruz Dourado com sua companheira Lidiane Geise.

Nosso mestre desta matéria é formado em Gestão em Pessoas pela UniSantana, paulistano da Vila Brasilândia, começou garotinho a desfilar no Bloco Carnavalesco Caprichosos do Piqueri. Dos ensaios no Bloco, ia escondido ver o ensaio da Mocidade Alegre, no bairro vizinho ao Piqueri. Ali ficava observando os casais da dançando.

Fabiano desfila como primeiro tendo passagens por grandes agremiações enriquecendo seu currículo de dança: Dragões da Real, Mancha Verde, Acadêmicos do Tucuruvi, Imperador do Ipiranga e Unidos do Peruche. Hoje, além da Mooca, desfila na X-9 de Santos, e Vila Invernada.

Lidiane é menina meiga no olhar, calma no falar, mas ligeira na dança, a primeira-dama do Uirapuru é fã da cozinha japonesa e seu local de lazer preferido é Caraguatatuba, no Litoral Norte paulista. Já defendeu os pavilhões dos Acadêmicos do Tatuapé, Dragões da Real, Barroca Zona Sul e Leandro de Itaquera. É casada e mora no bairro de São Miguel Paulista. O casal obteve dos jurados em 2018 duas notas 10 e dois 9,9.

Lucas Rodrigues e Verônica Nascimento, jovens na vida e na dança, têm para 2019 uma grande missão: manter a nota máxima obtida pelo casal Junior Carraro e Suellem Amam, que deixaram a Imperador logo após o desfile deste ano.

Novos, mas arrojados. Venceram o concurso promovido pela entidade para o novo quadro de casais. Os ensaios constantes acompanhados por técnico em dança e nutricionista para aeróbica e fortalecimento muscular. Estão focados em ajudar com belas notas a escola do Ipiranga a brigar pelo titulo, que a levará de volta ao Acesso 1, da onde saiu após o revés final de 2018.

Lucas tem o ensino médio completo e é espiritualista do Candomblé. O tempo livre gasta lendo livros e revistas. Ele gosta de se atualizar das coisas do mundo através da impressa escrita. O filme que marcou sua vida foi “Nosso Lar”.

Começou sua carreira de mestre-sala em 2014. A Imperador é sua terceira agremiação, antes, passou pela Folha Verde e Brinco da Marquesa, ambas filiadas da Uesp. Lucas tem formação em dança clássica, é do signo de gêmeos e mora no bairro do Jabaquara. É básico na roupa; jeans e tênis. Não dispensa para a mesa uma bisteca de porco assada!

Verônica Aparecida do Nascimento é carinhosamente chamada de Imperatriz por muitos amigos e admiradores que já conquistou nestes poucos meses de convívio com a comunidade da Carioca e Heliópolis.

Casada com Flavinho Augusto, diretor de bateria da Colorado do Brás e nascida em Sampa em 1994, adora um roteiro gastronômico principalmente depois dos exaltantes ensaios e laboratório. O litoral, seja paulista ou carioca, é sempre sua primeira opção de lazer. Esta menina de sorriso fácil, mas de personalidade forte, mora na Vila Mazzei, atravessa a cidade com descontração para exercer sua função. É coordenadora geral em uma clinica médica, concluiu o ensino médio, e teve passagens por Acadêmicos do Tucuruvi, Águia de Ouro e Independente Tricolor.

+ confira as edições anteriores:

+ Torcida Jovem

+ Cidade Líder e Amizade Zona Leste

+ Santa Bárbara e Tradição Albertinense

Comentários




    gl