Presidente da Tucuruvi desabafa: ‘Jurada de alegoria mudou o Carnaval de SP’

Jamil. Foto: Felipe Araújo/Liga-SP

Hussein Abdo Elselam, o Seo Jamil. Foto: Felipe Araújo/Liga-SP

Com a responsabilidade de encerrar os desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo de 2024, a Acadêmicos do Tucuruvi ficou com a sétima colocação na tabela de classificação.

Com o enredo “Ifá”, desenvolvido pelos carnavalescos Dione Leite e Yago Duarte, a proposta foi de observar o oráculo de Ifá não somente como um jogo de adivinhação, mas, também, como uma filosofia e olhar singular para a vida segundo os preceitos e princípios Yorùbá. Clique aqui para ver fotos e vídeos do desfile.

Em entrevista ao repórter Guilherme Queiroz, assim que terminou a apuração das notas, o presidente da agremiação da Cantareira, Hussein Abdo Elselam, o Seu Jamil, fez um desabafo sobre os descontos sofridos por sua entidade no quesito alegoria pela jurada Luiza Coelho, que segundo ele, mudou todo o Carnaval de São Paulo.

“Pra mim não foi muito bom não, pela lógica o resultado teria que ser outro. A jurada que deu nota de alegoria mudou todo o Carnaval de São Paulo. Eu vinha em terceiro lugar e essa jurada me tirou cinco décimos. Eu não vi isso de defeito. Foi um desfile sensacional, tanto que não perdemos pontos em quesito algum. Só em alegoria. Superamos todas as dificuldades e agora vamos esperar o outro Carnaval, não vamos desistir não”, disse ele.

Com exceção ao quesito alegoria, a Tucuruvi perdeu um décimo em comissão de frente, que foi apontada pelo público como uma das mais impactantes do ano. No mais, recebeu a nota máxima de todos os jurados.

Assista na íntegra:

Leia também:

+ Prêmio SRzd Carnaval SP: conheça o resultado da edição 2024

+ Confira o resultado do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo 2024

Comentários

 




    gl